27 Ago. 2019: “Vício Frenético” de Werner Herzog – Cineclube Sesi São José dos Pinhais

O Cineclube Sesi São José dos Pinhais chega ao fim do Ciclo Werner Herzog com exibição e debate de Vício Frenético.

Sinopse: Após salvar um prisioneiro de afogamento em decorrência do furacão Katrina, o detetive Terence McDonagh é promovido ao posto de tenente. Com as costas seriamente contundidas, passa a depender de analgésicos para aguentar a dor. Um ano depois Terenceestá viciado em cocaína e o envolvimento em atividades ilegais compromete os padrões morais dele, colocando a profissão em risco. Dois acontecimentos vão oferecer a chance de redenção: um torneio de baseball pelo qual ele arrisca a vida e a proteção de uma testemunha de homicídio. Continuar lendo

Anúncios

27 Ago. 2019: “Frankenstein” de James Whale – CineMIS

A programação do CineMIS neste mês é formada de adaptações para o cinema de obras literárias icônicas. No próximo encontro, exibição de Frankenstein, de James Whale.

Sinopse: O cientista Henry Frankenstein tem uma obsessão: criar um ser humano a partir da junção de partes de corpos e órgãos de cadáveres. O corpo produzido e uma bem-sucedida engenharia de reavivamento trazem êxito ao intento. Porém, sem saber, Henry havia colocado o cérebro de um perigoso criminoso na criatura. Agora, um dos mais terríveis resultados da ambição humana, um monstro fortíssimo e perigoso, está à solta no mundo… Roteiro inspirado na obra de Mary Shelley, Frankenstein ou o Prometeu Moderno. Continuar lendo

27 Ago. 2019: “A Câmera De Claire” de Hong Sang-soo – Cine Esquina

O Cine Esquina exibe A Câmera De Claire, de Hong Sang-soo.

Sinopse: Numa viagem de trabalho ao Festival de Cannes, Jeon Manhee é demitida pela chefe, que não revela o motivo. Ao mesmo tempo, Claire, uma professora que sonha em trabalhar como poeta, sai pelas ruas tirando fotos com uma câmara Polaroid. As duas mulheres se conhecem e tornam-se amigas. Por acaso, as imagens de Claire ajudam Jeon a compreender melhor o momento pelo qual está passando. Continuar lendo

26 Ago. 2019: “A Hora Do Lobo” de Ingmar Bergman – Cineclube Espoletta FAE

O Cineclube Espoletta FAE exibe e debate A Hora Do Lobo, de Ingmar Bergman.

Sinopse: O pintor Johan e a esposa grávida, Alma, retiram-se para uma ilha isolada. Johan é consumido por remorsos do passado e por constantes alucinações. Alma tenta ajudá-lo a manter a sanidade e controlar a obra dele. Mas, durante a escuridão entre a noite e o amanhecer, a chamada “hora do lobo”, Johan sofre confusões mentais, delírios e alucinações. Acabam por conhecer um misterioso grupo de pessoas que passa a trazer angústias ainda maiores à vida do casal. O único filme que pode ser considerado de terror/horror na filmografia de Ingmar Bergman. Continuar lendo

25 Ago. 2019: “Com Amor, Van Gogh” de D. Kobiela e H. Welchman – SESC Paço da Liberdade

O SESC Paço da Liberdade exibe Com Amor, Van Gogh, de Dorota Kobiela e Hugh Welchman.

Sinopse: 1891, um ano após o suicídio de Vincent Van Gogh. Armand Roulin encontra uma carta enviada por Vincent ao irmão Theo, que jamais chegou ao destino. Armand, após conversar com o pai dele, carteiro que era amigo pessoal de Van Gogh, é incentivado a entregar ele mesmo a correspondência. Desta forma, ele parte para a cidade francesa de Arles, na esperança de encontrar algum contato com a família do pintor falecido. Lá, inicia uma investigação junto às pessoas que conheceram Van Gogh, no intuito de decifrar se ele realmente cometeu suicídio. Neste longa-metragem de animação, a vida do artista holandês Vincent Van Gogh é contada através de mais de 55.000 fotografias, pintadas à mão por 100 artistas, feitas especificamente para parecerem que todo o filme se passa dentro dos quadros do pintor. Continuar lendo

24 Ago. 2019: “Ponette” de Jacques Doillon – Cineclube Aliança Francesa

Repetição do encontro do mês de agosto do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani. Exibição e debate de Ponette, de Jacques Doillon. No Brasil, o filme foi distribuído com o título “À Espera De Um Anjo”.

Sinopse: A mãe de Ponette, uma menina de 4 anos, morre. A criança não consegue aceitar o fato e acredita que a mãe irá voltar para ela. Ao longo de tentativas para falar com a mãe falecida, Ponette questiona adultos e crianças, recebendo conselhos sobre religião, filosofia, magia negra e como falar com Deus. Mas, nada parece dar certo. Este é um dos filmes mais sensíveis da década de 1990 por revelar, com extrema profundidade, os reflexos da morte na vida de uma criança de pouca idade. Continuar lendo

24 Ago. 2019: “Legítima Defesa” de Susanna Lira – Sessão de Sábado

O Sessão de Sábado finaliza a Mostra “Cidadania na Tela: Filmes e Conversas sobre nossos Direitos” com Legítima Defesa, de Susanna Lira. Após a exibição, será realizado um debate com o público a partir do tema As Muitas Faces de uma História, tendo a participação de integrantes da Clínica de Direitos Humanos da UFPRInstituto Aurora.

ATENÇÃO para o novo horário: 16h00.

Sinopse: Legítima Defesa conta a história de três mulheres que, como tantas outras, foram vítimas de constantes agressões físicas e psicológicas por parte dos companheiros delas. Porém, contrariando as estatísticas e o destino comum à maioria, elas reagiram. Acusadas de homicídio, as três mulheres enfrentam o julgamento da Justiça, da sociedade e o delas próprias, enquanto tentam reconstruir a vida. Continuar lendo

24 Ago. 2019: “O Segundo Rosto” de John Frankenheimer – Cineclube Espoletta

O Cineclube Espoletta exibe e debate O Segundo Rosto, de John Frankenheimer.

Sinopse: Arthur Hamilton é um homem de meia-idade, vice-presidente de um banco e que vive com a esposa numa confortável casa de subúrbio. Todavia, está Insatisfeito com a vida… Acaba por contratar uma empresa especializada em “renascimentos”. A organização forja a morte dele e, após determinados procedimentos cirúrgicos, faz com que ele renasça na figura de Anthiocus Wilson, um pintor de sucesso. Renovado por fora, Hamilton (ou Wilson) enfrentará o desafio da segunda chance. Continuar lendo

24 Ago. 2019: “Nanook, O Esquimó” de Robert J. Flaherty – Sessão Clássicos do Documentário

A Sessão Clássicos do Documentário do Cineclube Espoletta exibe e debate Nanook, O Esquimó, de Robert J. Flaherty.

Sinopse: O clássico realizado por Robert J. Flaherty em 1922 documenta um ano na vida do caçador esquimó Nanook e família, na medida em que lutam para sobreviver nas condições agrestes de Hudson Bay, Canadá. Apenas com imagens, sem diálogos, o documentário mostra o comércio, a caça, a pesa e as migrações de um grupo praticamente intocado pela tecnologia industrial. Continuar lendo

22 Ago. 2019: “O Cidadão Ilustre” de M. Cohn e G. Duprat – Cine Esquina

O Cine Esquina exibe O Cidadão Ilustre, de Mariano Cohn e Gastón Duprat.

Sinopse: Daniel Mantovani é um escritor argentino, mas radicado na Europa há mais de 40 anos. Quase nunca aceita prêmios literários… Mesmo assim, sagrou-se até vencedor do Prêmio Nobel de Literatura. Mas abre exceção quando a terra natal quer conceder para ele o título de Cidadão Ilustre. O povoado não é apenas o lugar onde nasceu, mas que inspirou a maioria dos livros que escreveu. No entanto, a ilustre visita desencadeará uma série de situações complicadas entre Daniel e o povo local. Continuar lendo

22 Ago. 2019: “David Lynch: A Vida De Um Artista” de Jon Nguyen – SESC Paço da Liberdade

O SESC Paço da Liberdade exibe David Lynch: A Vida De Um Artista, de Jon Nguyen, Olivia Neergaard-Holm e Rick Barnes.

Sinopse: Em uma íntima relação com o personagem, o documentário narra os anos de infância e juventude que formaram a vida do cineasta David Lynch. Desde a criação idílica em uma pequena cidade até chegar às ruas escuras da cidade de Filadélfia, acompanhamos Lynch à medida que ele traça os eventos principais para a formação dele, assim como para o estilo enigmático da obra cinematográfica dele. Por exemplo, relata ter passado cinco anos em um estábulo criando o primeiro longa-metragem da carreira, Eraserhead. Porém, no filme Lynch não abandona totalmente a marca registrada dos principais filmes dele, ou seja, apresenta mais pistas do que respostas prontas. A jornada explora as experiências que moldaram essa que é uma das vozes mais distintas do cinema mundial desde então. Continuar lendo

22 Ago. 2019: “A Hora Da Estrela” de Suzana Amaral – CineMIS

A programação do CineMIS neste mês é formada de adaptações para o cinema de obras literárias icônicas. No próximo encontro, exibição de A Hora Da Estrela, de Suzana Amaral.

Sinopse: Macabéa é uma imigrante nordestina que vive em São Paulo (Brasil). Ela trabalha como datilógrafa em uma pequena firma e vive numa pensão miserável, onde divide o quarto com outras três mulheres. Macabéa não tem ambições, apesar de sentir desejo e querer ter um namorado. Um dia ela conhece Olímpico, um operário metalúrgico com quem inicia namoro. Só que Glória, colega de trabalho de Macabéa, tem outros planos após se consultar com uma cartomante. Adaptação ao cinema do livro homônimo de Clarice Lispector. Continuar lendo

21 Ago. 2019: “XXY” de Lucía Puenzo – Cineclube Solax

Neste mês, o Cineclube Solax traz quatro filmes de duas diretoras latino-americanas. A programação tem sequência pela argentina Lucía Puenzo, e no próximo encontro tem exibição e debate de XXY.

Sinopse: Alex nasceu com ambas as características sexuais. Tentando fugir dos médicos que desejam “corrigir” a ambiguidade genital da criança, os pais levam Alex para um vilarejo no Uruguai. Eles estão convencidos de que uma cirurgia do tipo seria uma violência ao corpo de Alex, e por isso vivem isolados. Até que um dia, a família recebe a visita de um casal de amigos juntos do filho adolescente. Alex, que está com 15 anos de idade, e o jovem visitante, de 16, sentem-se atraídos um pelo outro. Continuar lendo

20 Ago. 2019: “Blade Runner: O Caçador De Androides” de Ridley Scott – CineMIS

A programação do CineMIS neste mês é formada de adaptações para o cinema de obras literárias icônicas. No próximo encontro, exibição de Blade Runner: O Caçador De Androides – Versão Final Do Diretor, de Ridley Scott.

Sinopse: No início do Século 21, uma grande corporação desenvolve robôs que são mais fortes e ágeis que o ser humano e se equiparam em inteligência. São conhecidos como “replicantes” e utilizados como escravos na colonização e exploração de outros planetas. Mas, quando um grupo dos robôs mais evoluídos provoca um motim em uma colônia espacial, este incidente faz os replicantes serem considerados ilegais na Terra, sob pena de morte. A partir de então, policiais de um esquadrão de elite, conhecidos como Blade Runner, têm ordem de atirar para matar em replicantes que forem encontrados. Porém, para Rick Deckard, considerado um dos mais habilidosos Blade Runner, as coisas vão deixar de ser tão simples, a partir do momento que começa a se envolver amorosamente com uma androide e uma gangue poderosa de replicantes está com ele na mira. Adaptação para o cinema da obra Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, de Philip K Dick. Continuar lendo