24 Jul. 2018: “O Preço Da Paz” de Paulo Morelli – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe O Preço Da Paz, de Paulo Morelli. A exibição faz parte da programação do 6º Festival de Inverno.

Sinopse: A Revolução Federalista coloca em evidência a garra e a determinação dos heroicos gaúchos que ficaram conhecidos ao longo do tempo como “Maragatos”. Um golpe do Presidente Floriano fecha e logo em seguida reabre o Congresso Nacional, para colocar a mesa de decisões um grupo de correligionários que rezavam pela sua cartilha. No sul do país, inconformados, os idealistas revolucionários Maragatos se insurgem e avançam para o Rio de Janeiro. O intuito: se juntar às tropas do Almirante Saldanha para, juntos, deporem o Presidente. Continuar lendo

Anúncios

21 Jul. 2018: “Muita Calma Nessa Hora” de Felipe Joffily – Sessão de Sábado

O Sessão de Sábado continua o Ciclo “Comédias Nas Férias” com Muita Calma Nessa Hora, de Felipe Joffily.

Sinopse: Mari, Tita e Aninha são amigas. Cada uma esteve envolvida recentemente em acontecimentos tragicômicos. Nesse turbilhão de emoções, decidem juntas que é hora de mudar e partem em uma viagem para Búzios. Na estrada, conhecem Estrella, uma hippie, que pede carona para tentar achar o pai desconhecido no balneário. Num cenário de praias paradisíacas, situações hilárias, noitadas quentes e gente bonita, o rumo da vida das quatro moças muda a cada minuto, fazendo com que encontrem mais do que buscam: elas encontram a si próprias. Continuar lendo

19 Jul. 2018: “Campo Grande” de Sandra Kogut – CineSESC Quinta

O CineSESC Quinta prossegue o Ciclo Dramas Brasileiros com exibição de Campo Grande, de Sandra Kogut.

Sinopse: Certa manhã, duas crianças são deixadas em frente à portaria de um prédio em Ipanema, sem nenhuma explicação, a não ser um pedaço de papel com o nome e endereço de Regina, moradora de um dos apartamentos. Em nenhum momento as crianças duvidam que a mãe voltará para buscá-las. Mas, será que ela vai mesmo? A chegada das crianças ao mundo de Regina transformará profundamente as vidas delas.​ Continuar lendo

14 Jul. 2018: “O Homem Das Multidões” de C. Guimarães e M. Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Homem Das Multidões, de Cao GuimarãesMarcelo Gomes.

Sinopse: Belo Horizonte, Brasil. Duas estórias diferentes sobre solidão. Juvenal, condutor de metrô, enfrenta a impossibilidade de estar só. Para se sentir melhor, mistura-se na grande multidão da cidade. Margô, controladora em estação de metrô, não consegue largar as redes sociais, trocando o mundo real pelo mundo virtual.
Continuar lendo

12 Jul. 2018: “Corações Sujos” de Vicente Amorim – CineSESC Quinta

O CineSESC Quinta dá continuidade ao Ciclo Dramas Brasileiros com exibição de Corações Sujos, de Vicente Amorim.

Sinopse: O tratado de rendição assinado pelo imperador japonês Hirohito ao general americano Douglas MacArthur marcou o fim da Segunda Guerra Mundial. Entretanto, no Brasil o anúncio não marcou o fim do período de violência. Os imigrantes japoneses que viviam no interior do estado de São Paulo, formando a maior colônia japonesa fora do Japão, se dividiram em dois grupos. Os que acreditavam na notícia eram chamados de traidores da pátria, apelidados de “corações sujos”, e perseguidos por aqueles que endeusavam o imperador e ainda acreditavam na vitória do Japão. É neste contexto que vive Takahashi, dono de uma pequena loja de fotografia e casado com Miyuki, uma professora de ensino infantil. Incitado pelo coronel Watanabe, Takahashi se torna o vingador daqueles que pregam a supremacia japonesa e passa a atacar todos aqueles que acreditam que o país foi derrotado na guerra. Continuar lendo

07 Jul. 2018: “As Melhores Coisas Do Mundo” de Laís Bodanzky – Sessão de Sábado

O Sessão de Sábado dá início ao Ciclo “Comédias Nas Férias” com As Melhores Coisas Do Mundo, de Laís Bodanzky.

Sinopse: Mano é um adolescente de 15 anos. Ele está aprendendo a tocar guitarra com Marcelo, pois deseja chamar a atenção de uma garota. Os pais estão se separando, o que vem afetando tanto ele quanto o irmão mais velho. A melhor amiga e confidente de Mano é Carol, que está apaixonada pelo professor Artur. Em meio a estas situações, Mano precisa lidar com os colegas de escola em momentos de diversão e também sérios, típicos da adolescência nos dias atuais. Continuar lendo

05 Jul. 2018: “Nome Próprio” de Murilo Salles – CineSESC Quinta

O CineSESC Quinta inicia o Ciclo Dramas Brasileiros com exibição de Nome Próprio, de Murilo Salles.

Sinopse: Escrever é a grande paixão da vida de Camila. Intensa e corajosa, ela busca criar uma existência complexa o suficiente para que possa escrever sobre si mesma. Camila escreve compulsivamente em um blog. Isto faz com que também fique isolada e que só consiga ver duas opções na vida: cometer suicídio ou encontrar o grande amor. O que vier primeiro… Continuar lendo

03 Jul. 2018: “Lope” de Andrucha Waddington – Cine na 3ª

O Cine na 3ª inicia o Ciclo “Cinema, Literatura e Música” com exibição de Lope, de Andrucha Waddington.

Sinopse: Espanha, Século 16. No enredo, a juventude do espanhol Félix Lope de Vega, um dos maiores dramaturgos e poetas de todos os tempos, autor de obras como “Amarílis” e “La Arcádia”. Continuar lendo

28, 29 e 30 Jun. 2018: Corpos Dissidentes – Mostra de Cinema LGBTQI – Cinemateca de Curitiba

Nos dias 28, 29 e 30 de Junho, será realizada a Corpos Dissidentes – Mostra de Cinema LGBTQI. A sigla, na sequência das letras, significa lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou transgêneros, queers, intersexuais.

No total, serão exibidos 20 filmes, além da realização de conferência de abertura, duas mesas-redondas e uma festa de encerramento. Segundo o resumo oficial da programação, são “20 obras fílmicas, 2 mesas e mais de 150 artistas envolvidos abordando a pluralidade da comunidade LGBTQI através de discussões sobre cultura, raça, classe, identidade e expressão de gênero e idade.”

A mostra é uma realização da Cinemateca de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba – FCC, em parceria com o curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual da  Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR. A curadoria da mostra é do estudante do curso e cineclubista Renan de Cillo.

Conheça o texto oficial de apresentação da Corpos Dissidentes:

“Corpos Dissidentes – Mostra Nacional de Cinema LGBTQI de Curitiba é o grito de todas as corpas e corpos (re)existentes ecoando pelos escombros da República de Curitiba.

Dentro desse espaço irão reverberar pelas vozes de Madame Satã, Marielle Franco, Matheusa Passareli, Alex Soeiro, Dandara dos Santos, Itarberli Lozano Rosa, Gabryel Schneyder Ribeiro Magalhães as 20 obras, 2 mesas e as mais de 150 vivências envolvidas.

Ser dissidente é ser bicha preta, criança viada, gorda, travesti preta e professora, sapatão cineasta, preta bi fotógrafa, homem trans cartunista, atriz e professora trans, mãe de LGBTQI, pai viado, professor bicha, sapatão grafiteira, trans periférica, não-binário, mulher, corpas vivas, excluídas!

Existimos, (re)existimos e não vamos sair de cena!”

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

28/06, quinta-feira as 19h00. Conferência de Abertura: “(R)Existências de gays afeminados, viados e bichas pretas”, com a Prof. Dra. Megg Rayara Gomes de Oliveira

28/06, quinta-feira as 20h00. Filme de Abertura: Madame Satã, de Karim Aïnouz (Ceará, Brasil, 2002, 105 min). Classificação Etária: 16 Anos Continuar lendo

28 Jun. 2018: “Como Esquecer” de Malu de Martino – Cine Esquina

O Cine Esquina exibe Como Esquecer, de Malu de Martino.

Sinopse: Júlia, professora, não se conforma de ter sido abandonada pela companheira Antônia após 10 anos de relacionamento. Agora, de mal com a vida, ela luta para enfrentar os fantasmas das recordações… Para isso, conta com o apoio do amigo Hugo, um gay viúvo, com quem irá dividir um novo lar e tentar aprender que a vida segue em frente e os sentimentos perduram. Continuar lendo

28 Jun. 2018: “Limpam Com Fogo” de C. Vieira, C. Ferrado e R. Crespo – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª faz o encerramento do Ciclo Retratos do Brasil com exibição de Limpam Com Fogo, de  César Vieira, Conrado Ferrado e Rafael Crespo.

Sinopse: Documentário que investiga o tema de incêndios em favelas na cidade de São Paulo e sua relação com a especulação imobiliária. Além de depoimentos de moradores atingidos e lideranças comunitárias, o filme apresenta entrevistas com diversos especialistas e autoridades envolvidos no assunto, como os urbanistas Ana Paula Bruno, Ermínia Maricato e Nabil Bonduki e o jornalista Leonardo Sakamoto. Também são entrevistados alguns vereadores que fizeram parte da conturbada CPI dos Incêndios em 2012 e o ex-prefeito da Cidade de São Paulo, Fernando Haddad, que assumiu o cargo no auge da polêmica. Continuar lendo

26 Jun. 2018: “Amor?” de João Jardim – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe Amor?, de João Jardim.

Sinopse: Amor? é uma mistura poética de documentário com ficção sobre relações amorosas que envolvem alguma forma de violência, física ou psicológica. Atrizes e atores profissionais reencenam e interpretam o depoimento real de pessoas que viveram situações amorosas que envolveram ciúmes, culpa, paixão e poder, oito casos verídicos no total. Continuar lendo

26 Jun. 2018: “Eu Me Lembro” de Luiz Fernando Lobo – Cine Esquina

O Cine Esquina exibe Eu Me Lembro, de Luiz Fernando Lobo.

Sinopse: Documentário sobre os cinco anos do projeto Caravanas da Anistia, criado pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça. Reconstrói a luta dos perseguidos pela Ditadura Civil-Militar no Brasil por reparação, memória, verdade e justiça, utilizando-se de documentos e imagens, parte deles então inéditos, e entrevistas. Como o título traduz, mostra que a luta das pessoas que resistiram à ditadura não ficou no passado. Pelo contrário: encontra-se ainda latente em todas as gerações e, principalmente, nos sonhos e ações da juventude atual, por exemplo, através de atos de desagravo contra torturadores e do regime militar. Continuar lendo

25 a 29 Jun. 2018: Mostra Cinema em Movimento – Circuito Universitário de Cinema

A mostra itinerante Cinema em Movimento, do projeto Circuito Universitário de Cinema, faz a sua passagem pelo campi curitibano da Universidade Federal do Paraná – UFPR. São 3 filmes, reunidos pela temática transversal dos direitos humanos. Após as sessões, são promovidos debates com mediação de acadêmicos e pesquisadores e pessoas ligadas a movimentos sociais, culturais e de direitos humanos.

A mostra é aberta a todo o público, não exigindo vínculo com a UFPR o qualquer outra universidade, e a participação é gratuita.

O projeto é uma realização da MPC Filmes. Se desejar saber mais sobre a proposta da mostra Cinema em Movimento, clique aqui.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

25 de Junho, segunda-feira as 18h30. Local: Campus Reitoria da UFPR – Sala 1111. Nunca Me Sonharam, de Cacau Rhoden. Nunca Me Sonharam nos convida ao diálogo sobre a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, o filme questiona: como nós, enquanto sociedade, estamos cuidando e valorizando a qualidade da educação oferecida aos jovens na fase mais sensível e transformadora da vida deles?

Trailer: https://youtu.be/KB-GVV68U5s Continuar lendo