21 Out. 2017: “Pacto De Sangue” de Billy Wilder – Cineclube Espoletta

O Cineclube Espoletta inicia a Mostra do Filme Noir com exibição e debate de Pacto De Sangue, de Billy Wilder.

Sinopse: Um agente de seguros encontra a atraente e casada Phyllis Dietrichson, e ambos logo se apaixonam. Phyllis o convence a efetuar um plano para assassinar o marido dela, após ter feito um seguro de vida para ele. O objetivo? Ficar com o dinheiro do seguro. Mas nem tudo dá certo na execução de tal plano. Continuar lendo

Anúncios

21 Out. 2017: “Vou Rifar Meu Coração” de Ana Rieper – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper.

Sinopse: Documentário que trata do imaginário brasileiro romântico, erótico e afetivo a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como “música brega”. Letras de músicas de artistas como Odair José, Agnaldo Timóteo, Waldick Soriano, Evaldo Braga, Nelson Ned, Amado Batista, Wando, dão a tônica do enredo. No filme, os temas das músicas se relacionam com histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade de pessoas reais, em situações reais. Continuar lendo

19 Out. 2017: “A História Da Eternidade” de Camilo Cavalcante – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a programação “Especial Brasileiros” com A História Da Eternidade, de Camilo Cavalcante. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: Em um pequeno vilarejo no Sertão, três histórias de amor e desejo revolucionam a paisagem afetiva dos moradores. Personagens de um mundo romanesco, no qual suas concepções da vida estão limitadas, de um lado pelos instintos humanos, do outro por um destino cego e fatalista
Continuar lendo

17 a 21 Out. 2017: Mostra “L’ Oro di Argento” – Cinemateca de Curitiba

A Cinemateca de Curitiba recebe a Mostra L’ Oro di Argento. Trata-se de uma seleção de filmes do cineasta Dario Argento, um dos mais importantes diretores italianos contemporâneos, principalmente, pelo fato de ser um dos mestres do cinema que se convencionou chamar de Giallo. A curadoria da mostra é do pesquisador Antonio Cava, que selecionou filmes de diferentes fases da produção de Argento.

A tradução literal do título da mostra é “O Ouro de Prata”, ou especificamente aqui, “O Ouro de Argento”. É um trocadilho. Argento, sobrenome do diretor, significa prata em italiano. A mostra integra as programações culturais da XVII Semana da Língua Italiana no Mundo, que possui eventos ocorrendo no Brasil e em outros países.

Fora a exibição de filmes, também na programação uma exposição de cartazes de filmes, localizada no hall da Cinemateca durante a mostra, e uma mesa-redonda de palestras e debate no dia 21, contando com Marden Machado, crítico de cinema, Paulo Biscaia Filho, diretor e roteirista de filmes de horror e terror, e Fernando Brito, curador da série de DVD’s “Giallo” e “Obras-Primas do Terror” da distribuidora Versátil.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

17 de Outubro, terça-feira as 15h00. O Gato De Nove Caudas. Um repórter e um jornalista cego, já aposentado, tentam resolver uma série de assassinatos. Os crimes estão conectados a experimentos feitos por uma indústria farmacêutica em pesquisas secretas. No andamento das investigações, os dois acabam virando alvos do assassino.

17 de Outubro, terça-feira as 17h00. O Pássaro Das Plumas De Cristal. O escritor americano Sam Dalmas, que vive em Roma, testemunha uma bela mulher sendo atacada por uma figura misteriosa – provavelmente a responsável por vários assassinatos que estão acontecendo na cidade. Como a polícia não resolve o caso, ele passa a investigar por conta própria os crimes.

17 de Outubro, terça-feira as 18h30. Coquetel de abertura e inauguração da exposição de cartazes

17 de Outubro, terça-feira as 19h30. Quatro Moscas Sobre Veludo Cinza. O músico Roberto Tobias está sendo seguido há dias por um homem que não conhece. Ao confrontá-lo num teatro abandonado, Roberto acaba matando acidentalmente o desconhecido. No mesmo momento, uma figura mascarada fotografa o crime. A partir de então, Tobias começa a ser perseguido implacavelmente por um vilão que não pretende matá-lo, mas enlouquecê-lo aos poucos com a lembrança da culpa do ato que cometeu. Continuar lendo

17 Out. 2017: “Tarja Branca” de Cacau Rhoden – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a programação “Especial Brasileiros” com Tarja Branca, de Cacau Rhoden. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: As brincadeiras infantis fazem parte de nossa formação social, intelectual e afetiva. Por elas nos socializamos, nos definimos e introjetamos muitos dos hábitos culturais da vida adulta. Todos brincamos na infância e no brincar fomos livres e felizes. Mas será que ainda carregamos essa subjetividade brincante e cultura lúdica vivas dentro de nós? Será que a criança que fomos se orgulharia do adulto em que se transformou? Documentário realizado a partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, Tarja Branca é um manifesto à importância de continuar sustentando um espírito lúdico, que surge em nossa infância e que o sistema nos impele a abandonar em nossa vida adulta.
Continuar lendo

17 a 21 Out. 2017: 3º Petit Pavé – Festival de Cinema Independente de Curitiba

Nas duas primeiras edições, a Petit Pavé ocorreu como mostra de cinema de curtas-metragens. Este ano chegando à 3ª edição, a Petit Pavé tornou-se um festival, com mostras competitivas que pretendem eleger os melhores curtas-metragens em 8 categorias: Melhor Filme; Melhor Roteiro; Melhor Direção; Melhor Atuação (Ator ou Atriz); Melhor Direção de Fotografia; Melhor Direção de Arte; Melhor Montagem e Edição; e Melhor Desenho de Som.

A programação é composta de 28 curtas-metragens de ficção, documentário, animação e experimental, todos brasileiros.

Confira a programação completa CLICANDO AQUI.

O evento é uma realização da Lak Produções e Polaris. Continuar lendo

16 Out. 2017: “Soldado Anônimo” de Sam Mendes – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Soldado Anônimo, de Sam Mendes.

Sinopse: Swoff é a terceira geração da família a servir o exército. Ele passa pelo campo de treinamento antes de ser designado para lutar no Iraque, onde precisa carregar um fuzil e cerca de 50 quilos de equipamento nas costas, através de desertos escaldantes. Estando num local que não compreendem, lutando contra um inimigo que não conseguem ver e sem entender direito o porquê de estarem ali, Swoff e os companheiros de batalhão sobrevivem à adversidade local utilizando-se de humor negro e sarcasmo.

Continuar lendo

10 Out. 2017: “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe Aquarius, de Kleber Mendonça Filho.

Sinopse: Clara tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora num apartamento localizado em bairro nobre do Recife, onde criou os filhos e viveu boa parte da vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia. Continuar lendo

09 Out. 2017: “Alyonka” de Boris Barnet – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Alyonka, de Boris Barnet.

Sinopse: Situado em 1955, quando muitos migraram da Rússia para as estepes do Cazaquistão, esta é a viagem de personagens que contam suas histórias de colonos. Alenka Muratova é uma carismática menina de 13 anos que fala para Dmitry Prokovich – o mecânico-chefe do grupo – em desistir do assento dela no caminhão para ceder a uma jovem mãe com a filha recém-nascida. Então, Alenka e Dmitry compartilham a parte de trás do caminhão com: uma jovem mulher, dentista recém-formada; Stefan, que espera a mulher de classe alta retornar para ele e para o campo; e Vasselina Petrovolka, uma mulher que perdeu uma de suas filhas gêmeas em um acidente de cavalo no rio, e agora está voltando para contar a notícia à outra gêmea. O filme é um caloroso olhar sobre as pessoas comuns que viajam na fronteira.

Continuar lendo

07 Out. 2017: “Uma Lição Para Não Esquecer” de Paul Newman – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Uma Lição Para Não Esquecer, de Paul Newman. Atenção: excepcionalmente, essa sessão do cineclube começará as 14h00.

Sinopse: Hank Stamper e o pai, Henry Stamper possuem e administram uma madeireira independente no Oregon. Quando Leland, o meio-irmão de Hank, retorna após dez anos ausente, a tensão entre pai e filhos começa a surgir. Leland guarda ressentimento do pai, devido o tratamento que ele dava à falecida mãe. Henry não gosta da maneira “hippie” de pensar do seu filho pródigo. E Hank enxerga Leland como uma ameaça para a posição dele no negócio da família. É no meio deste cenário tenso e conturbado que os homens da família Stamper precisam lutar com todas as suas forças para defender o negócio contra os furiosos madeireiros da região, que estão em greve e exigem que eles parem também. Continuar lendo

07 Out. 2017: “O Abismo Prateado” de Karim Aïnouz – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Abismo Prateado, de Karim Aïnouz.

Sinopse: Violeta é abandonada pelo marido, repentinamente. Quatorze anos juntos e um filho ainda criança. De despedida, apenas uma mensagem na caixa postal do celular. Da pouca coisa que o marido informa, diz que vai para Porto Alegre e que ela não vá atrás dele. Abalada, ela não sabe o que fazer. Acaba decidindo ir atrás do marido, mesmo ele tendo pedido que não o fosse. Assim, acompanhamos no filme as 24 horas seguintes da jornada da personagem. Filme inspirado na letra da música Olhos Nos Olhos, de Chico Buarque. Continuar lendo

05 a 08 Out. 2017: 13º Curta 8 – Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba – Caixa Cultural de Curitiba

O Curta 8 – Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba chega a sua 13ª Edição, reunindo filmes e vídeos experimentais em formato 8 mm, o famoso Super 8. Trata-se de um dos mais interessantes, e com certeza o mais peculiar, festival de cinema que ocorre no estado do Paraná, e porque não dizer, no Brasil. Além de trazer ao público filmes nesse formato tão querido do público amante de cinema, o Curta 8 concilia como poucos outros festivais conseguem a produção cinematográfica e oficinas de audiovisual com exibições de obras já existentes, cultivando esse formato cativante que é o Super 8, demonstrando a pertinência de fazer o formato sobreviver vai muito além do simples saudosismo.

Confira o texto oficial de apresentação do 13º Curta 8:

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 05 a 08 de outubro de 2017, a décima terceira edição do Festival Internacional de Cinema em Super 8 — o “Curta 8”. Este ano a programação do evento conta com a exibição de 74 filmes vindos de 8 países, e três mostras paralelas que vão das fronteiras estaduais para as nacionais e sul-americanas – do Paraná ao Brasil e à Argentina -, explorando trabalhos em Super 8 que transitam entre a animação, o documentário e o cinema experimental. Todas as sessões têm entrada gratuita.

O Curta 8 traz, também, uma mostra especial com dois superclipes realizados por cineastas da cidade e com performances musicais ao vivo de artistas locais. Tudo isto, mais o aguardado “Dia do Filme Caseiro” (Home Movie Day), onde o público pode trazer seus rolinhos de casa para serem projetados em sessão especial comentada. O festival promove, ainda, o lançamento do livro “Super 8 no Brasil: Um Sonho de Cinema”, de Antônio Leão Neto, que já participou do Festival na condição de jurado.

Homenagem a Hugo Mengarelli

Outro destaque deste ano está na abertura do Festival, que exibe os filmes “O Mágico” e “O Besouro”, de Hugo Mengarelli. Argentino radicado em Curitiba, há décadas ele vem contribuindo para a formação de artistas locais, inspirando-os com sua paixão incondicional pela sétima arte e pelo teatro. Por sua trajetória na história do superoitismo paranaense, Mengarelli receberá o Troféu Leandro Bossy Schip, criado ano passado como lembrança e homenagem à memória do idealizador do Curta 8, que nos deixou repentinamente em 2016. Entregue pela primeira vez à família de Leandro, o troféu “Super Schip”, a partir deste ano, destina-se a homenagear figuras marcantes do cinema Super 8. Continuar lendo

05 Out. 2017: “O Silêncio Do Céu” de Marco Dutra – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a programação “Especial Brasileiros” com O Silêncio Do Céu, de Marco Dutra. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: Ao chegar em casa no meio da tarde, o roteirista Mário testemunha a violação da esposa Diana por dois homens desconhecidos. Oprimido, ele fica perplexo e não toma nenhuma atitude. Diana, sem saber que ele viu o crime, opta por manter tudo em segredo. O silêncio que cresce entre o casal nos dias que se seguem torna-se um tipo próprio de violência.
Continuar lendo

03 Out. 2017: “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho – Cine Esquina

O Cine Esquina começa a programação “Especial Brasileiros” com Aquarius, de Kleber Mendonça Filho. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: Clara tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora num apartamento localizado em bairro nobre do Recife, onde criou os filhos e viveu boa parte da vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia.
Continuar lendo