24 Jun. 2017: “O Demônio Da Argélia” de Julien Duvivier – Cineclube Aliança Francesa

Reprise da programação deste mês do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani. Exibição e debate de O Demônio Da Argélia, de Julien Duvivier.

Sinopse: Sinopse: Uma rede inextricável de ruelas, casas de jogos clandestinas e traficantes, eis como era Casbá de Argel, uma cidade da Argélia, nos anos 1930. Um gângster de origem metropolitana conhecido como Pépe le Moko reina na área, zombando até dos policiais. Para capturá-lo, é preciso que saia do reduto dele, inacessível às autoridades. É o que tenta fazer o astuto inspetor Slimane. O filme é considerado uma das pérolas do melodrama romântico francês, filmado na véspera da Segunda Guerra e com o enredo vagamente inspirado no filme Scarface: A Vergonha De Uma Nação e num livro de um detetive parisiense. O ator Jean Gabin marcou na interpretação da marcante personalidade desse anti-herói do submundo. Continuar lendo

17 Jun. 2017: “O Touro” de Larissa Figueiredo – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Touro, de Larissa Figueiredo.

Sinopse: No litoral do Maranhão, Região Nordeste do Brasil, reza a lenda que um antigo rei português, Dom Sebastião, desaparecido no Século 16, protege os habitantes da Ilha dos Lençóis que acreditam serem descendentes do rei. Todas as noites de sexta-feira, o rei aparece encantado na forma de um grande touro negro, mágico. Isso o que a jovem portuguesa Joana quer comprovar com os próprios olhos. Continuar lendo

09 Jun. 2017: “À Margem Da Imagem” de Evaldo Mocarzel – Conversas sobre o Cinema Brasileiro

O encontro deste mês do Conversas sobre o Cinema Brasileiro tem exibição e debate de À Margem Da Imagem, de Evaldo Mocarzel. Após a exibição, o diretor estará presente para o bate-papo sobre o filme. O Conversas é um projeto-cineclube organizado pelo EDUCINE – Laboratório de Cinema e Educação, que pertence à Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR.

Sinopse: À Margem Da Imagem é um longa-metragem de documentário, primeira parte da série de quatro filmes chamada “À Margem De São Paulo”. O filme focaliza rotinas de sobrevivência, estilo de vida e cultura dos moradores de rua do município de São Paulo. Pesquisa da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) revelava a existência de cerca de 9 mil pessoas vivendo nas ruas de São Paulo na época das filmagens. O documentário mostra o cotidiano dessas comunidades, que vivem em diversas áreas da cidade, mas principalmente na região central. O filme registra temas como exclusão social, desemprego, alcoolismo, loucura, religiosidade, espaços públicos contemporâneos, degradação urbana, identidade, alteridade, cidadania e, como sugere o próprio título, o rapto da imagem dessas comunidades, promovendo assim a discussão ética dos processos de estetização da miséria. Continuar lendo

03 Jun. 2017: “São Paulo Em Hi-Fi” de Lufe Steffen – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate São Paulo em Hi-Fi, de Lufe Steffen.

Sinopse: Documentário histórico que resgata a Era de Ouro da noite gay paulistana, fazendo uma viagem pelas décadas de 1960, 1970 e 1980. Tudo a bordo das lembranças de testemunhas do período, trazendo à tona as casas noturnas que marcaram época, as estrelas, as transformistas, os heróis, e até os vilões: a ditadura civil-militar e a explosão da AIDS. Continuar lendo

27 Mai. 2017: “Ser E Ter” de Nicolas Philibert – Cineclube Aliança Francesa

Reprise da programação deste mês do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani, com exibição e debate de Ser E Ter, de Nicolas Philibert.

Sinopse: O cineasta acompanha, durante todo um ano letivo, o trabalho de um professor que leciona a um grupo de alunos de níveis diferentes, de 4 a 11 anos de idade, em uma escola comunal situada no interior da França. Mostrando o cotidiano das crianças, a intenção do filme é mostrar como elas aprendem a viver umas com as outras e a lidar com os desejos delas. O filme foi apresentado na Seleção Oficial do Festival de Cannes de 2002 e quando foi lançado nas salas de cinema, tornou-se um dos documentários de maior sucesso do cinema francês. Continuar lendo

20 Mai. 2017: “O Menino E O Mundo” de Alê Abreu – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Menino E O Mundo, de Alê Abreu.

Sinopse: Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa a aldeia onde vive e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. O filme é uma inusitada animação com várias técnicas artísticas que retrata as questões da sociedade moderna através do olhar de uma criança. Continuar lendo

06 Mai. 2017: “Cinema Novo” de Eryk Rocha – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Cinema Novo, de Eryk Rocha.

Sinopse: Um ensaio poético, com olhar aprofundado e retrato íntimo sobre o Cinema Novo, movimento cinematográfico brasileiro que colocou o Brasil no mapa do cinema mundial. O Cinema Novo lançou grandes diretores como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Carlos Diegues, e criou uma estética única, essencial e visceral que mudou a história do cinema latino-americano e a própria história do Brasil para sempre. Continuar lendo

29 Abr. 2017: “Mulheres Diabólicas” de Claude Chabrol – Cineclube Aliança Francesa

Reprise da programação deste mês do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani. Exibição e debate de Mulheres Diabólicas, de Claude Chabrol.

Sinopse: Sophie é contratada por Catherine Lelièvre para cuidar da rica mansão da família, no interior da França. Sophie faz amizade com Jeanne, responsável pelo correio local. Jeaane não gosta dos Lelièvre e conspira contra a família. Georges, o patriarca da família Lelièvre, não aprova a proximidade entre Sophie e Jeanne, e o relacionamento cordial entre patrões e empregada começa a se extinguir. Continuar lendo

15 Abr. 2017: “Histórias Que Só Existem Quando Lembradas” de Júlia Murat – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Histórias Que Só Existem Quando Lembradas, de Júlia Murat.

Sinopse: Mesclando ficção e documentário, o filme mostra o ritmo de vida de uma cidade do interior do país. Como todos os dias, Madalena faz pão para vender no armazém de Antônio. Como todos os dias ela atravessa o trilho, onde o trem já não passa há anos, limpa o portão do cemitério trancado, ouve o sermão do padre e almoça junto com os outros velhos habitantes da cidade. Vivendo da memória do marido morto, Madalena é “acordada” por Rita, uma jovem fotógrafa vinda da metrópole, que chega à cidade fantasma de Jutuomba, onde o tempo parece ter parado. Mas, Rita também será “acordada” por Madalena.  Continuar lendo

1º Abr. 2017: “Big Jato” de Cláudio Assis – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Big Jato, de Cláudio Assis.

Sinopse: História de Francisco, o Velho, 49 anos, o homem que ganha a vida com aquilo que a humanidade mais tem nojo e despreza: dejetos, fezes, sobras, lixo. Na boleia do Big Jato, o caminhão limpa-fossas, Francisco e o filho adolescente Xico mantém um diálogo, na maioria das vezes em tom estranhamente poético, sobre o trabalho que fazem, e refletem sobre a sujeira humana como fator de igualdade entre as pessoas. Baseado no livro de mesmo nome do jornalista e escritor Xico Sá. Continuar lendo

18 Fev. 2017: “Olmo E A Gaivota” de Lea Glob e Petra Costa – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro alterou a programação prevista para o próximo encontro. Em vez do filme Big Jato, de Cláudio Assis, anunciado e divulgado anteriormente, o cineclube exibe e debate Olmo E A Gaivota, de Lea Glob e Petra Costa.

Sinopse: Olívia é atriz e está ensaiando a peça A Gaivota, de Anton Tchekhov, até descobrir-se grávida. Enquanto a produção avança, o bebê dentro dela cresce e um acidente torna a gravidez uma gravidez de risco, afastando-a do trabalho. O companheiro dela faz o protagonista da peça. De repouso em casa por semanas, ela lida com as bruscas mudanças na rotina, no corpo e na vida em geral. Continuar lendo

11 Fev. 2017: “Boi Neon” de Gabriel Mascaro – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Boi Neon, de Gabriel Mascaro.

Sinopse: Iremar é um vaqueiro de curral que viaja pelo Nordeste, ao lado de Galega e da pequena Geise. Iremar recolhe revistas, panos e restos de manequins por onde passa. O seu grande sonho é largar a vida de vaqueiro para iniciar uma carreira como estilista no Pólo de Confecções do Agreste. Continuar lendo

18 Dez. 2016: “Que Horas Ela Volta?” de Anna Muylaert – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert.

Sinopse: A pernambucana Val se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para a filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para morar na casa de seus patrões e ser babá do filho deles. Treze anos depois, quando o menino vai prestar vestibular, Jéssica telefona para a mãe, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, mas, quando ela deixa de seguir certo protocolo entre empregados e patrões, a situação se complica. Continuar lendo

03 Dez. 2016: “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Aquarius, de Kleber Mendonça Filho.

Sinopse: Clara tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora em um apartamento localizado em bairro nobre do Recife, onde criou seus filhos e viveu boa parte de sua vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia. Continuar lendo