03 Dez. 2017: “Jonas E O Circo Sem Lona” de Paula Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Jonas E O Circo Sem Lona, de Paula Gomes. Atenção: o encontro do cineclube excepcionalmente ocorrerá no domingo.

Sinopse: No fundo do quintal, numa casa na periferia de Salvador, Jonas, de 13 anos, mantém um pequeno circo. Ele vem de uma família circense e treina os amigos para apresentar-se num espetáculo, cobrando ingressos baratos das crianças que moram por perto. No entanto, quando as aulas começam, os colegas o abandonam… É cada vez mais difícil para Jonas sustentar o sonho de pé, especialmente porque a mãe e a avó insistem que agora ele tem que estudar.  Continuar lendo

Anúncios

25 Nov. 2017: “Ascensor Para O Cadafalso” de Louis Malle – Cineclube Aliança Francesa

O Cineclube Aliança Francesa exibe e debate Ascensor Para O Cadafalso, de Louis Malle.

Sinopse: O filme conta a história da enigmática Florence Carala. Casada com o milionário Simon Carala, mas apaixonada por outro, Florence decide matar o marido com a ajuda do amante Julien Tavernier. Tavernier é um ex-militar que trabalha como espião na Indochina. Planejado para parecer um suicídio, as coisas começam a dar errado quando Tavernier decide buscar uma corda no terraço, e acaba ficando preso no elevador. Continuar lendo

25 Nov. 2017: “Corpo Elétrico” de Marcelo Caetano – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano. Atenção: o encontro do cineclube excepcionalmente será as 19h30.

Sinopse: Elias é o jovem criador de uma fábrica de confecção roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba, e passa os dias entre o trabalho e os encontros com outros homens. Enquanto reflete sobre as possibilidades de futuro, começa a ficar cada vez mais próximo dos colegas de trabalho. Parte da equipe forma um grupo de amigos que passam o tempo livre explorando a noite da cidade, driblando a solidão e buscando inspiração no caos e na alegria ao redor. Continuar lendo

09 a 19 Nov. 2017: FICBIC 2017 – Festival de Cinema da Bienal Internacional de Curitiba – Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura realiza mais uma edição do maior festival de cinema das terras curitibanas, o FICBIC, um dos eixos estruturantes da Bienal Internacional de Curitiba. Neste ano, são 11 dias de programação e 100 filmes, entre curtas e longas-metragens nacionais e estrangeiros.

São 4 os espaços que receberão o FICBIC: Cine Guarani, Cinemateca de Curitiba, Espaço Itaú de Cinema e SESC Paço da Liberdade. Os filmes estão divididos nas mostras Filme de AberturaCircuito Brasileiro, Circuito Clássico, Curto CircuitoCircuito Universitário, Circuito Australiano, Circuito Chinês, Circuito Espanhol, Circuito Israelense, Circuito Norueguês e Diretor Homenageado (Jacques Demy). Continuar lendo

04 Nov. 2017: “Elena” de Petra Costa – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Elena, de Petra Costa.

Sinopse: Elena viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar. Deixa Petra, a irmã de sete anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas. Filmes caseiros, recortes de jornal, um diário. Cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre os caminhos dela. E acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado.  Continuar lendo

31 Out. a 04 Nov. 2017: Festival Colors: Cinema + Diversidade – Gesto de Cinema

A produtora audiovisual Gesto de Cinema e a produtora cultural Processo Multiartes realizam o Festival Colors: Cinema + Diversidade.

Cada vez mais, a arte audiovisual, em especial o cinema, é instrumento de sensibilização, de luta e resistência da comunidade de pessoas que não se encaixam no marco heteronormativo considerado como “padrão” e “normal” na sociedade. A divulgação da temática da diversidade afetiva, sexual e de gênero não é apenas uma “bandeira cultural”, mas constitui uma verdadeira luta por dignidade, e infelizmente, também de sobrevivência: o direito de viver, de não ser morto, seja física ou espiritualmente. O problema é permanente, mas vem sendo agravado numa conjuntura do país na qual percebemos a história dando passo atrás, como o notório processo de retorno à legalidade da chamada “cura gay” na área da Psicologia. A intolerância e o ódio pelo diferente tem se intensificado. Indivíduos e grupos sociais cada vez mais querendo ditar o que pode e o que não pode e como as pessoas devem ser. Nesse contexto, o Festival Colors: Cinema + Diversidade, vem num momento crucial de necessidade de intensificação dos projetos de sensibilização, de luta e resistência.

Confira a apresentação-manifesto oficial do Festival:

Colors é Cinema + Diversidade. Ou, talvez, melhor ainda seria dizer: cinemas diversos + diversidades nos cinemas. Colors é um festival político, com filmes políticos, corpos políticos, vivências políticas. Colors são as diferenças e as singularidades em encontro: somando. + Gêneros, + sexualidades. Queremos pluralidade! Porque Colors são resistências em intersecção. Queremos um festival de cinema que seja vivo! Que se constitua nas e das experiências que pulsam em nossos corpos, em nossos afetos, em nossos desejos, na nossa insubmissão. Que grite serem, apesar de “nossos”, esses corpos, esses afetos e esses desejos também diferentes entre si, múltiplos. Porque não nos unificamos, mas, assim mesmo, colocamo-nos junt+s. Colors é um festival de cinema mas é, também, um manifesto em construção. E esse movimento tem sua primeira edição do dia 31 de outubro a 4 de novembro de 2017 em Curitiba, Paraná, Brasil. Let’s Colors! Continuar lendo

28 Out. 2017: “Carrossel Da Esperança” de Jacques Tati – Cineclube Aliança Francesa

O Cineclube Aliança Francesa exibe e debate Carrossel Da Esperança, de Jacques Tati.

Sinopse: François, carteiro de uma pequena cidade, ajuda na montagem de um parque de diversões que inclui um cinema ambulante. Ali, assiste a um documentário sobre o sistema postal mecanizado em funcionamento nos Estados Unidos. Determinado a aumentar a velocidade das entregas, ele inspira-se no exemplo norte-americano e procura modernizar o trabalho com a ajuda de uma bicicleta, provocando uma série de confusões entre os pacatos moradores da cidade. Continuar lendo

21 Out. 2017: “Vou Rifar Meu Coração” de Ana Rieper – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper.

Sinopse: Documentário que trata do imaginário brasileiro romântico, erótico e afetivo a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como “música brega”. Letras de músicas de artistas como Odair José, Agnaldo Timóteo, Waldick Soriano, Evaldo Braga, Nelson Ned, Amado Batista, Wando, dão a tônica do enredo. No filme, os temas das músicas se relacionam com histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade de pessoas reais, em situações reais. Continuar lendo

17 a 21 Out. 2017: 3º Petit Pavé – Festival de Cinema Independente de Curitiba

Nas duas primeiras edições, a Petit Pavé ocorreu como mostra de cinema de curtas-metragens. Este ano chegando à 3ª edição, a Petit Pavé tornou-se um festival, com mostras competitivas que pretendem eleger os melhores curtas-metragens em 8 categorias: Melhor Filme; Melhor Roteiro; Melhor Direção; Melhor Atuação (Ator ou Atriz); Melhor Direção de Fotografia; Melhor Direção de Arte; Melhor Montagem e Edição; e Melhor Desenho de Som.

A programação é composta de 28 curtas-metragens de ficção, documentário, animação e experimental, todos brasileiros.

Confira a programação completa CLICANDO AQUI.

O evento é uma realização da Lak Produções e Polaris. Continuar lendo

07 Out. 2017: “O Abismo Prateado” de Karim Aïnouz – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Abismo Prateado, de Karim Aïnouz.

Sinopse: Violeta é abandonada pelo marido, repentinamente. Quatorze anos juntos e um filho ainda criança. De despedida, apenas uma mensagem na caixa postal do celular. Da pouca coisa que o marido informa, diz que vai para Porto Alegre e que ela não vá atrás dele. Abalada, ela não sabe o que fazer. Acaba decidindo ir atrás do marido, mesmo ele tendo pedido que não o fosse. Assim, acompanhamos no filme as 24 horas seguintes da jornada da personagem. Filme inspirado na letra da música Olhos Nos Olhos, de Chico Buarque. Continuar lendo

30 Set. 2017: “O Desprezo” de Jean-Luc Godard – Cineclube Aliança Francesa

Reprise da programação deste mês do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani. Exibição e debate de O Desprezo, de Jean-Luc Godard.

Sinopse: Na Itália, o escritor Paul Javal é contratado por dez mil dólares pelo arrogante produtor americano Jeremy Pokosch, para reescrever o roteiro de uma versão comercial de Ulisses e sua Odisseia, que será dirigido por Fritz Lang. Paul pretende usar o dinheiro para encerrar os pagamentos do moderno apartamento onde vive com a esposa e ex-datilógrafa Camille Javal. Quando Jeremy convida Camilla e Paul para visitar a casa de campo dele, Paul encara isso como uma oportunidade de usar a esposa como isca. O desprezo de Camille começa quando ela passa a acreditar que o marido tentou vendê-la ao produtor, quando ele insiste para que a bela mulher fique sozinha com Jeremy. Uma série de mal-entendidos faz com que a relação do casal vá se fragmentando. Continuar lendo

23 Set. 2017: “Waiting For B.” de A. Spindel e P. C. Toledo – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Waiting For B., de Abigail Spindel e Paulo Cesar Toledo.

Sinopse: Waiting for B. acompanha a jornada de super-fãs de Beyoncé que, sem condições de pagar pelos ingressos mais caros, acamparam por 2 meses para garantir lugar na primeira fila da plateia. No convívio da equipe do filme com a comunidade improvisada, vêm à tona muitos assuntos importantes como classe econômica, identidade negra, homofobia, feminismo e o que significa esse sacrifício em prol de um fenômeno midiático muito maior e mais poderoso que eles próprios. Waiting for B. é sobre os extremos do fanatismo. É o retrato de um grupo de adolescentes que acamparam por dois meses para garantirem seu lugar próximo da estrela internacional. Continuar lendo

15 Set. 2017: “Vou Rifar Meu Coração” de Ana Rieper – Conversas sobre o Cinema Brasileiro

O encontro deste mês do Conversas sobre o Cinema Brasileiro tem exibição e debate de Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper. O Conversas é um projeto-cineclube organizado pelo EDUCINE – Laboratório de Cinema e Educação, que pertence à Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR.

Sinopse: Documentário que trata do imaginário brasileiro romântico, erótico e afetivo a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como “música brega”. Letras de músicas de artistas como Odair José, Agnaldo Timóteo, Waldick Soriano, Evaldo Braga, Nelson Ned, Amado Batista, Wando, dão a tônica do enredo. No filme, os temas das músicas se relacionam com histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade de pessoas reais, em situações reais. Continuar lendo

02 Set. 2017: “Ventos De Agosto” de Gabriel Mascaro – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Ventos De Agosto, de Gabriel Mascaro.

Sinopse: Um estranho pesquisador do som de ventos alísios chega numa pequena vila costeira. Agosto traz o mar revolto e os ventos fortes. A chegada do pesquisador tem impacto na relação de dois jovens habitantes da vila, Shirley e Jeison. O filme narra um sutil duelo entre a vida e a morte, a perda e a memória, o vento e o mar. Continuar lendo