21 Jul. 2018: “Rosa La Rose, Garota De Programa” de Paul Vecchiali – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Rosa La Rose, Garota De Programa, de Paul Vecchiali.

Sinopse: Rosa la Rose é a mais bela prostituta de Les Halles. Todos os clientes a desejam e ela não nega nenhum deles. O cafetão é um homem compreensivo e generoso. Sobre a vida de Rosa há pouco a contar. Até que surge um jovem chamado Julien e ela se apaixona. Mas valerá a pena deixar a vida atual por uma loucura de amor? Continuar lendo

Anúncios

20 Jul. 2018: “A Cordilheira” de Santiago Mitre – Cineclube do Centro Cultural da Espanha

O Cineclube do Centro Cultural da Espanha, com colaboração da Cinemateca de Curitiba, exibe A Cordilheira, de Santiago Mitre. O filme é exibido com áudio original e legendas em português.

Sinopse: Os presidentes dos países da América do Sul irão se encontrar no Chile para discutir a Associação Petroleira do Sul, uma organização que visa fortalecer a posição dos mesmos em relação à compra e venda de petróleo. Hernán Blanco, o recém-eleito presidente da Argentina, segue preocupado para o local, visto que há contra ele a ameaça de que um antigo desvio em fundo de campanha seja revelado publicamente. Além da pressão inerente ao encontro, ele precisa lidar com a filha, Marina, que passa por transtornos psicológicos. Ele terá de tomar duas decisões que podem mudar o curso da vida dele nas ordens pública e privada: por um lado, uma situação emocional complicada com a filha; por outro, a decisão política mais importante da carreira. Continuar lendo

14 Jul. 2018: “O Homem Das Multidões” de C. Guimarães e M. Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Homem Das Multidões, de Cao GuimarãesMarcelo Gomes.

Sinopse: Belo Horizonte, Brasil. Duas estórias diferentes sobre solidão. Juvenal, condutor de metrô, enfrenta a impossibilidade de estar só. Para se sentir melhor, mistura-se na grande multidão da cidade. Margô, controladora em estação de metrô, não consegue largar as redes sociais, trocando o mundo real pelo mundo virtual.
Continuar lendo

07 Jul. 2018: “Nuvens De Verão” de Mikio Naruse – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Nuvens De Verão, de Mikio Naruse.

Sinopse: Yae, que perdeu o marido na guerra, administra uma pequena fazenda com a sogra, enquanto cria o único filho, Tadashi. Em certa ocasião, o repórter Okawa a entrevista sobre as recentes reformas agrícolas, e os dois acabam tornando-se amigos. O pós-guerra e os traumas do período foram uma constante na obra de Naruse a partir do início da década de 1950. Nuvens De Verão (Iwashigumo), um dos mais célebres filmes do cineasta, é uma sucessão de pequenas histórias vividas por uma família de camponeses no pós-guerra. Ligando-as uma às outras e assim dando unidade ao filme, está a personagem da jovem viúva Yae, dividida entre manter a independência e a necessidade de voltar a casar. Continuar lendo

30 Jun. 2018: “Le Tableau (O Quadro)” de Jean-François Laguionie – Cineclube Aliança Francesa

Reexibição do encontro deste mês do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani. Exibição e debate de Le Tableau (O Quadro), de Jean-François Laguionie.

Sinopse: Um castelo, jardins floridos, uma floresta ameaçadora: esse é o quadro de um pintor, que por algum motivo misterioso o deixa inacabado. No quadro vivem três tipos de personagens: os “Toupin” que são totalmente pintados, os “Pafinis”, em quem faltam algumas cores, e os “Reuf”, que são apenas esboços. Os “Toupin” consideram-se superiores, e por isso tomam o poder e escravizam os “Pafinis” e os “Reuf”. Convencidos de que só o pintor pode restaurar a harmonia ao terminar o quadro, Ramo, Lola e Plume decidem sair à procura dele. Continuar lendo

23 Jun. 2018: “Paixão” de Brian de Palma – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Paixão, de Brian De Palma.

Sinopse: No enredo, uma cruel luta pelo poder entre duas executivas de alto nível. Christine é elegante, confiante e ambiciosa. Já Isabelle, novata protegida por Christine, é tímida mas brilhante, e começa a ter algumas das ideias dela roubadas… Christine instaura um jogo perverso, humilhando e dominando Isabelle. Continuar lendo

16 Jun. 2018: “Le Tableau (O Quadro)” de Jean-François Laguionie – Cineclube Aliança Francesa

O Cineclube Aliança Francesa exibe e debate Le Tableau (O Quadro), de Jean-François Laguionie.

O filme será reexibido em 30/06 no Cine Guarani.

Sinopse: Um castelo, jardins floridos, uma floresta ameaçadora: esse é o quadro de um pintor, que por algum motivo misterioso o deixa inacabado. No quadro vivem três tipos de personagens: os “Toupin” que são totalmente pintados, os “Pafinis”, em quem faltam algumas cores, e os “Reuf”, que são apenas esboços. Os “Toupin” consideram-se superiores, e por isso tomam o poder e escravizam os “Pafinis” e os “Reuf”. Convencidos de que só o pintor pode restaurar a harmonia ao terminar o quadro, Ramo, Lola e Plume decidem sair à procura dele. Continuar lendo

16 Jun. 2018: “Era Uma Vez Eu, Verônica” de Marcelo Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Era Uma Vez Eu, Verônica, de Marcelo Gomes.

Sinopse: Verônica acaba de se formar em Medicina e começa a trabalhar na residência médica em Psiquiatria, o grande sonho dela. Mora com o pai, com quem tem um relacionamento afetuoso e fraterno. O namorado, Gustavo, pretende um relacionamento mais sério. Porém, Verônica procura a liberdade e sente uma angústia que não consegue entender. Já cansada de tanto ouvir problemas alheios nas consultas aos pacientes, decide usar o gravador, fiel companheiro das provas da faculdade, para narrar, em forma conto de fadas, os problemas dela mesma. E começa: “Era uma vez eu, uma jovem, brasileira…”.
Continuar lendo

09 Jun. 2018: Mostra As Gurias – Cine Guarani

O projeto Mostra As Gurias esteve com inscrições abertas por pouco mais de um mês, para filmes e outros tipos de obras audiovisuais independentes de curta e média-metragem, dirigidos exclusivamente por mulheres de Curitiba e Região. Essa pegada do projeto é bastante marcante, devido a poucos eventos de cinema acontecerem na cidade com a exclusividade de autoras femininas. Segundo o website As Gurias, “o projeto Mostra As Gurias busca incentivar e fortalecer a produção cinematográfica feita por mulheres, de forma experimental e independente.”

Escolhidas as obras pela curadoria do projeto, agora chegou o grande momento de exibição dos filmes, que ocorrerá na excelente sala de cinema Cine Guarani. As obras selecionadas estão divididas em 4 categorias: Videoclipe, Ficção, Stop Motion e Documentário. O evento busca não meramente a exibição dos títulos selecionados, e sim, “Apresentar não somente produções, mas também as mulheres envolvidas em tais projetos, para que haja um mapeamento dos nomes atuantes”. Ou seja, formar um ponto de encontro onde as mulheres autoras se conheçam e se reconheçam, fortalecendo individual e coletivamente estas autoras que buscam espaço na produção audiovisual e de cinema, que infelizmente no Brasil ainda é marcadamente masculino, especialmente em se tratando da direção.

Além das exibições, haverá a realização de uma Mesa Redonda, com a participação de sete profissionais mulheres que trabalham no mercado de audiovisual e projetos culturais: Ana Catarina Lugarini, Ana Paula Málaga Carreiro, Camila Macedo, Débora Opolski, Monica Placha e Verginia Grando. Continuar lendo

09 Jun. 2018: “Jacques Rivette – O Vigilante” de C. Denis e S. Daney – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Jacques Rivette – O Vigilante, de Claire Denis e Serge Daney.

Sinopse: Integrante da série Cinéma, De Notre Temps, o documentário de Claire Denis retrata o diretor e crítico de cinema Jacques Rivette, de quem ela foi assistente, geralmente avesso à mídia, em conversas com outro crítico e cinéfilo, Serge Daney. Nas duas partes do filme (O Dia / A Noite), os dois encontram-se às voltas com temas como o início da “Turma dos Quatro” – Godard, Rivette, Rohmer e Truffaut –, com a Cahiers du Cinéma, André Bazin e, em palavras e imagens, com cinco trabalhos essenciais da filmografia de Rivette: Paris Nous Appartient, L’Amour Fou, Out 1, Duelle e Le Pont Du Nord. Continuar lendo

02 Jun. 2018: “Tatuagem” de Hilton Lacerda – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Tatuagem, de Hilton Lacerda.

Sinopse: Brasil, 1978. A ditadura militar, ainda atuante, mostra sinais de esgotamento. Em um teatro/cabaré, localizado na periferia entre duas cidades da Região Nordeste do Brasil, um grupo de artistas provoca o poder e a moral estabelecida com seus espetáculos e interferências públicas. Liderado por Clécio Wanderley, a trupe conhecida como “Chão de Estrelas”, juntamente com intelectuais, artistas e seu tradicional público de homossexuais, ensaiam resistência política a partir do deboche e da anarquia. Continuar lendo

26 Maio 2018: “Duas Garotas Românticas” de Jacques Demy – Cineclube Aliança Francesa

O encontro deste mês do Cineclube Aliança Francesa exibe e debate Duas Garotas Românticas, de Jacques Demy.

Sinopse: Às vésperas de um evento de final de semana, a pequena cidade de Rochefort é povoada pelos tipos mais distintos: as belíssimas irmãs gêmeas Delphine e Solange Garnier, uma professora de balé e uma instrumentista e compositora, respectivamente; um marinheiro em busca da mulher dos sonhos; a dona de um simpático bar à beira-mar, mãe das gêmeas, deseja reencontrar o homem com quem viveu um romance no passado; um recém-chegado, que acabou de se apaixonar por uma jovem desconhecida; entre tantos outros personagens que, cada qual à sua maneira, vivem momentos diferentes de um mesmo sentimento: o amor. Continuar lendo

26 Maio 2018: “O Fantasma Apaixonado” de Joseph L. Mankiewicz – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate O Fantasma Apaixonado, de Joseph L. Mankiewicz.

Sinopse: Um ano após a morte do marido, Lucy Muir decide não mais viver com a sogra e a cunhada. Aluga o “Chalé Gaivota”, uma casa à beira-mar, e para lá se muda com sua filha e sua empregada. Porém, logo o fantasma de Daniel Gregg, o falecido proprietário da casa que morrera em um suposto suicídio, surge para a amedrontá-la. Todavia, a empreitada do fantasma em assustar a mulher não surte efeito, e aos poucos nasce uma amizade entre os dois. Quando Lucy se vê em grave situação financeira, Daniel decide narrar a vida dele à ela, a fim de ser transformada em livro e poder render dinheiro.  Continuar lendo

19 Maio 2018: “Coisas Secretas” de Jean-Claude Brisseau – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Coisas Secretas, de Jean-Claude Brisseau.

Sinopse: Nathalie ensina a Sandrine que a transgressão sexual pode causar um prazer violento e proporcionar a quem se serve dela uma poderosa arma para subir na hierarquia social. Decidem arranjar emprego num banco, um ambiente onde as vítimas abundam. Depois de se aproveitarem de vários funcionários superiores, chegam a Christophe, filho do patrão e futuro diretor do banco. Porém, o jovem, de caráter libertino, estabelecerá um conjunto de regras completamente novo do que elas estão acostumadas. Continuar lendo