16 Dez. 2017: “A Ponte Das Artes” de Eugène Green – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate A Ponte Das Artes, de Eugène Green.

Sinopse: A Ponte das Artes centra-se em dois jovens: Pascal, um universitário desmotivado, e Sarah, uma cantora lírica com incertezas acerca do talento dela. As duas personagens, apesar de não se conhecerem pessoalmente, encontram-se interligadas devido a paixão pela arte e forte dedicação que dedicam à ela no dia a dia. Simultaneamente cômico e trágico, o filme aborda as inseguranças e tensões da juventude e a desorientação dos primeiros dias da idade adulta, onde é difícil definir os caminhos a seguir.

Continuar lendo

Anúncios

14 Dez. 2017: “Eu Sou O Povo” de Anna Roussillon – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª exibe Eu Sou O Povo, de Anna Roussillon.

Sinopses: Em janeiro de 2011, o Egito foi marcado por manifestações contra o governo. Enquanto dezenas de milhares de manifestantes se reuniram em Cairo, moradores pobres no sul do país acompanharam a situação tensa na Praça Tahrir pela televisão. É a partir da perspectiva deles que este documentário apreende as mudanças políticas no Egito, desde a derrubada do presidente Mubarak até à eleição e queda de Morsi. O filme revela as esperanças e desilusões dos camponeses e mostra que, apesar dos eventos intensos, muito pouco muda na realidade do local. Filme muito peculiar no mundo dos documentários, a diretora conviveu com as pessoas durante três anos, resultando num material extenso e riquíssimo, com os personagens revelando coisas que só vem com o tempo; em paralelo, com a convivência em longo prazo que costuma resultar em intimidade, junto surgem conflitos, como em quase toda relação humana, sendo que a cineasta não buscou esconder isso na edição final.
Continuar lendo

13 Dez. 2017: “Abril E O Mundo Extraordinário” de C. Desmares e F. Ekinci – Cine Tijolo

O Cine Tijolo exibe Abril E O Mundo Extraordinário, de Christian Desmares e Franck Ekinci. Diferentemente do projeto Cine Esquina, o Cine Tijolo acontece ao ar livre. O filme é projetado no paredão lateral do Teatro do SESC da Esquina.

Atenção: a exibição vai acontecer na versão dublada em português.

Sinopse: Em 1941, a França, ainda em um estado atrasado de desenvolvimento, presa ao Século 19, é governada por Napoleão V. Durante um período de 70 anos, uma coisa peculiar vem acontecendo: cientistas franceses desaparecem misteriosamente sem que ninguém saiba o motivo. As coisas mudam quando os pais de Avril, também cientistas, somem, e ela decide ir à procura dos dois. “Depois de ter sua criação mais icônica, As Aventuras Extraordinárias de Adèle Blanc-Sec, adaptada pelo cineasta Luc Besson em uma versão live-action que recebeu por aqui o título As Múmias do Faraó (2010), o cultuado artista francês dos quadrinhos Jacques Tardi volta a ver seu universo transportado para a tela grande com a animação Abril e o Mundo Extraordinário. A ideia para o longa partiu do roteirista Benjamin Legrand, que desejava criar uma história original inspirada no trabalho de Tardi, um amigo de longa data, e após alguns anos de desenvolvimento conseguiu tirá-la do papel tendo o próprio cartunista como co-criador do roteiro e de todo o design gráfico. O resultado é uma fantasia extremamente elaborada, rica em conteúdo e visualmente fascinante. (…) Dirigido pela dupla Christian Desmares e Franck Ekinci, Abril e o Mundo Extraordinário apresenta diversos elementos temáticos e estéticos da ficção-científica steampunk. A mistura entre o retrô e o futurista dita todo o visual do longa, com suas máquinas a vapor, dirigíveis e outros tantos aparatos tecnológicos fantasiosos. O traço da animação remete ao estilo de ilustração do belga Hergé, o criador de Tintim, com linhas fortes e simplicidade na concepção física dos personagens contrastando com a complexidade quase realista de objetos e cenários. É possível perceber o cuidado com os detalhes em cada quadro, com o uso de uma paleta de cores acinzentada para representar um mundo envolto pela fuligem e fumaça da queima de carvão, além de um excelente trabalho de sombras e perspectiva para dar profundidade à animação 2D tradicional.” (Leonardo Ribeiro)

Continuar lendo

28 Nov. 2017: “Sonata De Outono” de Ingmar Bergman – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a Mostra Ingmar Bergman  com Sonata De Outono. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: Após ter sido uma mãe ausente por anos, Charlotte, renomada pianista, vai até a casa da filha Eva para uma visita. Ela se surpreende ao encontrar uma outra filha, Helena, que sofre de problemas mentais. Eva tirou Helena da instituição que Charlotte a havia internado para cuidar dela em casa. A tensão entre mãe e filha começa a crescer e vai se intensificando, até colocarem tudo em panos limpos, dizendo uma à outra tudo que sempre quiseram dizer.

Continuar lendo

25 Nov. 2017: “Como Fera Encurralada” de Claude Sautet – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Como Fera Encurralada, de Claude Sautet.

Sinopse: Abel Davos e Raymond Naldi, dois ladrões que operam na Itália, são encurralados pela polícia durante a fuga, na fronteira. Ocorrem algumas mortes. Abel se vê sozinho com os dois filhos pequenos e chega a Nice, França, de onde não pode sair. Pede então auxílio aos amigos em Paris, que enviam um estranho, Eric Stark, com um plano audacioso para a fuga. Mas, logo Abel descobre que a lealdade de seus amigos não é tão grande como esperava. Continuar lendo

25 Nov. 2017: “Ascensor Para O Cadafalso” de Louis Malle – Cineclube Aliança Francesa

O Cineclube Aliança Francesa exibe e debate Ascensor Para O Cadafalso, de Louis Malle.

Sinopse: O filme conta a história da enigmática Florence Carala. Casada com o milionário Simon Carala, mas apaixonada por outro, Florence decide matar o marido com a ajuda do amante Julien Tavernier. Tavernier é um ex-militar que trabalha como espião na Indochina. Planejado para parecer um suicídio, as coisas começam a dar errado quando Tavernier decide buscar uma corda no terraço, e acaba ficando preso no elevador. Continuar lendo

23 a 28 Nov. 2017: Mostra “Jean-Pierre Melville – O Cineasta das Sombras” – Guaipeca Filmes

A Guaipeca Filmes do Brasil, em parceria com a rede de cinemas Cineplus e com o Shopping Água Verde,  traz para Curitiba a Mostra “Jean-Pierre Melville – O Cineasta das Sombras”, produzida pelo Institut Français.

Na programação, um curta-metragem e cinco longas-metragens do diretor, marcando a celebração de 100 anos do nascimento de Jean-Pierre Melville. Nascido em 1917 e falecido em 1973, estaria completando 100 anos se estivesse vivo. Todas as cópias em DCP dos filmes restaurados e rematerizados.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

23 de Novembro, quinta-feira as 21h00. 24 Horas Na Vida De Um Palhaço (1946). Um dia na vida dos palhaços Beby e Maïs. Mostra como durante o dia, encontram inspiração para as piadas que irão contar à noite no circo. O Silêncio Do Mar (1949). Em uma pequena cidade da França ocupada pela Alemanha em 1941, o oficial alemão Werner Von Ebrennac está alojado na casa de um homem com a sobrinha. Os dois se recusam a falar com ele, mas toda a hora o oficial fala de coisas do país dele, e disserta a visão idealista da relação entre França e Alemanha. Até que ele visita Paris e descobre o que realmente está acontecendo.

Trailer: https://youtu.be/FxLLm3DTFGg

Continuar lendo

28 Out. 2017: “Carrossel Da Esperança” de Jacques Tati – Cineclube Aliança Francesa

O Cineclube Aliança Francesa exibe e debate Carrossel Da Esperança, de Jacques Tati.

Sinopse: François, carteiro de uma pequena cidade, ajuda na montagem de um parque de diversões que inclui um cinema ambulante. Ali, assiste a um documentário sobre o sistema postal mecanizado em funcionamento nos Estados Unidos. Determinado a aumentar a velocidade das entregas, ele inspira-se no exemplo norte-americano e procura modernizar o trabalho com a ajuda de uma bicicleta, provocando uma série de confusões entre os pacatos moradores da cidade. Continuar lendo

30 Set. 2017: “O Desprezo” de Jean-Luc Godard – Cineclube Aliança Francesa

Reprise da programação deste mês do Cineclube Aliança Francesa, agora no Cine Guarani. Exibição e debate de O Desprezo, de Jean-Luc Godard.

Sinopse: Na Itália, o escritor Paul Javal é contratado por dez mil dólares pelo arrogante produtor americano Jeremy Pokosch, para reescrever o roteiro de uma versão comercial de Ulisses e sua Odisseia, que será dirigido por Fritz Lang. Paul pretende usar o dinheiro para encerrar os pagamentos do moderno apartamento onde vive com a esposa e ex-datilógrafa Camille Javal. Quando Jeremy convida Camilla e Paul para visitar a casa de campo dele, Paul encara isso como uma oportunidade de usar a esposa como isca. O desprezo de Camille começa quando ela passa a acreditar que o marido tentou vendê-la ao produtor, quando ele insiste para que a bela mulher fique sozinha com Jeremy. Uma série de mal-entendidos faz com que a relação do casal vá se fragmentando. Continuar lendo

30 Set. 2017: “A Dama De Honra” de Claude Chabrol – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate A Dama De Honra, de Claude Chabrol.

Sinopse: Philippe tem 25 anos, mora com a mãe e as irmãs mais novas em um bairro tranquilo e acaba de arrumar um emprego no ramo imobiliário. A rotina é quebrada durante o casamento de uma das irmãs. É quando ele conhece Senta, a dama de honra, por quem se apaixona. Dominado pelo sentimento, Philippe é convencido pela jovem a realizar uma perigosa prova de amor que envolve poesia e assassinato. Continuar lendo

21 Set. 2017: “Au Bord Du Monde” de Claus Drexel – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª exibe o curta-metragem Atlantiques, de Mati Diop e o longa-metragem Au Bord Du Monde, de Claus Drexel. Os filmes fazem parte da programação da 36ª Feira Literária do SESC & XV Feira do Livro da Editora UFPR, dialogando com a mostra fotográfica Vidas Refugiadas, que também integra o evento.

Sinopses: Atlantiques. À noite, em volta da fogueira num acampamento, Serigne, um jovem de Dakar (Senegal), conta aos seus amigos  a odisseia dele de clandestino embarcado. Os ouvintes ficam desconcertados e se surpreendem com a coragem dele, que enfrentou o oceano Atlântico e a morte, mas sem entender exatamente o que o levou a embarcar para a Europa, onde a sobrevivência é mais fácil, mas parece ser inalcançável. Au Bord Du Monde. Noite em Paris, cidade onde Jeni, Wenceslas, Christine e Pascal vivem com outras pessoas. Sem-teto, eles perambulam como fantasmas pelas ruas, pontes e corredores do metrô, vivendo à beira de uma sociedade que não oferece amparo algum. Continuar lendo

16 Set. 2017: “O Desprezo” de Jean-Luc Godard – Cineclube Aliança Francesa

O encontro deste mês do Cineclube Aliança Francesa tem exibição e debate de O Desprezo, de Jean-Luc Godard.

Sinopse: Na Itália, o escritor Paul Javal é contratado por dez mil dólares pelo arrogante produtor americano Jeremy Pokosch, para reescrever o roteiro de uma versão comercial de Ulisses e sua Odisseia, que será dirigido por Fritz Lang. Paul pretende usar o dinheiro para encerrar os pagamentos do moderno apartamento onde vive com a esposa e ex-datilógrafa Camille Javal. Quando Jeremy convida Camilla e Paul para visitar a casa de campo dele, Paul encara isso como uma oportunidade de usar a esposa como isca. O desprezo de Camille começa quando ela passa a acreditar que o marido tentou vendê-la ao produtor, quando ele insiste para que a bela mulher fique sozinha com Jeremy. Uma série de mal-entendidos faz com que a relação do casal vá se fragmentando. Continuar lendo

02 Set. 2017: “O Trem” de John Frankenheimer – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate O Trem, de John Frankenheimer.

Sinopse: Paris, agosto de 1944. Com o exército aliado cada vez mais próximo, o Coronel Van Waldheim, um comandante alemão, nazista fanático e admirador de arte, rouba vasta coleção de pinturas raras francesas e as embarca em um trem com destino a Berlim. Mas, quando um estimado patriota francês é assassinado durante a tentativa de sabotagem do plano de Von Waldheim, Labiche, um corajoso membro da Resistência, jura deter o trem a qualquer custo. Fazendo uso de seu vasto arsenal de habilidades, Labiche causa uma verdadeira onda de devastação e destruição: trilhos soltos, passagens destruídas e colisões, em uma busca apaixonada por justiça, reconhecimento e vingança. Continuar lendo

26 Ago. 2017: “León Morin, O Padre” de Jean-Pierre Melville – Cineclube Espoletta

O Cineclube Espoletta exibe e debate León Morin, O Padre, de Jean-Pierre Melville.

Sinopse: Uma obra atípica do cineasta francês Jean-Pierre Melville. Em León Morin, ele conta a história de uma viúva, militante do Partido Comunista, que vive com a pequena filha France. Um dia, ela decide dirigir-se à paróquia e confrontar um padre com a ideia da inexistência de Deus. Contudo, a reação do padre não era aquela que ela imaginava. Melville usa um assombroso preto-e-branco para filmar uma história de amor que acontece entre as ruínas da França ocupada pelas forças da Alemanha e Itália. Continuar lendo