14 Dez. 2017: “Eu Sou O Povo” de Anna Roussillon – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª exibe Eu Sou O Povo, de Anna Roussillon.

Sinopses: Em janeiro de 2011, o Egito foi marcado por manifestações contra o governo. Enquanto dezenas de milhares de manifestantes se reuniram em Cairo, moradores pobres no sul do país acompanharam a situação tensa na Praça Tahrir pela televisão. É a partir da perspectiva deles que este documentário apreende as mudanças políticas no Egito, desde a derrubada do presidente Mubarak até à eleição e queda de Morsi. O filme revela as esperanças e desilusões dos camponeses e mostra que, apesar dos eventos intensos, muito pouco muda na realidade do local. Filme muito peculiar no mundo dos documentários, a diretora conviveu com as pessoas durante três anos, resultando num material extenso e riquíssimo, com os personagens revelando coisas que só vem com o tempo; em paralelo, com a convivência em longo prazo que costuma resultar em intimidade, junto surgem conflitos, como em quase toda relação humana, sendo que a cineasta não buscou esconder isso na edição final.
Continuar lendo

Anúncios

12 Dez. 2017: “Eu, Daniel Blake” de Ken Loach – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe Eu, Daniel Blake, de Ken Loach.

Sinopse: Daniel Blake é um carpinteiro de cinquenta e nove anos de idade quer mora no nordeste da Inglaterra, que sofre um ataque cardíaco e necessita do benefício do Subsídio de Emprego e Apoio (Employment and Support Allowance). Enquanto ele se esforça para superar a burocracia necessária para obter o auxílio, conhece então Katie, uma mãe solteira de dois filhos, Dylan e Daisy, que para evitar que morem num albergue de pessoas desabrigadas em Londres, terá que mudar-se para um alojamento a mais de 480 quilômetros de distância da terra natal. Continuar lendo

09 a 19 Nov. 2017: FICBIC 2017 – Festival de Cinema da Bienal Internacional de Curitiba – Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura realiza mais uma edição do maior festival de cinema das terras curitibanas, o FICBIC, um dos eixos estruturantes da Bienal Internacional de Curitiba. Neste ano, são 11 dias de programação e 100 filmes, entre curtas e longas-metragens nacionais e estrangeiros.

São 4 os espaços que receberão o FICBIC: Cine Guarani, Cinemateca de Curitiba, Espaço Itaú de Cinema e SESC Paço da Liberdade. Os filmes estão divididos nas mostras Filme de AberturaCircuito Brasileiro, Circuito Clássico, Curto CircuitoCircuito Universitário, Circuito Australiano, Circuito Chinês, Circuito Espanhol, Circuito Israelense, Circuito Norueguês e Diretor Homenageado (Jacques Demy). Continuar lendo

26 Out. 2017: “Democracia Em Preto E Branco” de Pedro Asbeg – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª exibe Democracia Em Preto E Branco, de Pedro Asbeg.

Sinopses: Durante o ano de 1982 a Ditadura Militar completava 18 anos no Brasil. A música popular brasileira sobrevivia de metáforas, devido a grande opressão e censura. O clube de futebol Corinthians passava por um período interno turbulento. Em meio disso, o rock nacional começava a nascer. O filme mostra como a música, o esporte e a política se encontraram para mudar o rumo da história do país.
Continuar lendo

24 Out. 2017: “A Passageira” de Salvador Del Solar – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe A Passageira, de Salvador Del Solar.

Sinopse: Certa tarde, Magallanes reconhece a passageira que sobe no táxi dele. É Celina, mulher que conheceu há mais de 20 anos em circunstâncias completamente diferentes, fazendo parte do passado sombrio que possui. Em busca de redenção, ele fará tudo o que puder para ajudá-la a superar a difícil situação pela qual está passando. Magallanes não sabe, porém, que Celina prefere perder tudo a ser ajudada por ele. Continuar lendo

17 a 21 Out. 2017: 3º Petit Pavé – Festival de Cinema Independente de Curitiba

Nas duas primeiras edições, a Petit Pavé ocorreu como mostra de cinema de curtas-metragens. Este ano chegando à 3ª edição, a Petit Pavé tornou-se um festival, com mostras competitivas que pretendem eleger os melhores curtas-metragens em 8 categorias: Melhor Filme; Melhor Roteiro; Melhor Direção; Melhor Atuação (Ator ou Atriz); Melhor Direção de Fotografia; Melhor Direção de Arte; Melhor Montagem e Edição; e Melhor Desenho de Som.

A programação é composta de 28 curtas-metragens de ficção, documentário, animação e experimental, todos brasileiros.

Confira a programação completa CLICANDO AQUI.

O evento é uma realização da Lak Produções e Polaris. Continuar lendo

10 Out. 2017: “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe Aquarius, de Kleber Mendonça Filho.

Sinopse: Clara tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora num apartamento localizado em bairro nobre do Recife, onde criou os filhos e viveu boa parte da vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia. Continuar lendo

26 Set. 2017: “O Abraço Da Serpente” de Ciro Guerra – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe O Abraço Da Serpente, de Ciro Guerra.

Sinopse: Karamakate, outrora um poderoso xamã da Amazônia, é o último sobrevivente do povo dele, e agora vive em isolamento voluntário nas profundezas da selva. Os anos de solidão absoluta o tornam vazio, privado de emoções e memórias. A vida dele sofre uma reviravolta quando chega ao seu esconderijo remoto Evan, um etnobotânico americano em busca da Yakruna, uma poderosa planta, capaz de ensinar a sonhar. Continuar lendo

21 Set. 2017: “Au Bord Du Monde” de Claus Drexel – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª exibe o curta-metragem Atlantiques, de Mati Diop e o longa-metragem Au Bord Du Monde, de Claus Drexel. Os filmes fazem parte da programação da 36ª Feira Literária do SESC & XV Feira do Livro da Editora UFPR, dialogando com a mostra fotográfica Vidas Refugiadas, que também integra o evento.

Sinopses: Atlantiques. À noite, em volta da fogueira num acampamento, Serigne, um jovem de Dakar (Senegal), conta aos seus amigos  a odisseia dele de clandestino embarcado. Os ouvintes ficam desconcertados e se surpreendem com a coragem dele, que enfrentou o oceano Atlântico e a morte, mas sem entender exatamente o que o levou a embarcar para a Europa, onde a sobrevivência é mais fácil, mas parece ser inalcançável. Au Bord Du Monde. Noite em Paris, cidade onde Jeni, Wenceslas, Christine e Pascal vivem com outras pessoas. Sem-teto, eles perambulam como fantasmas pelas ruas, pontes e corredores do metrô, vivendo à beira de uma sociedade que não oferece amparo algum. Continuar lendo

14 Set. 2017: “Do Outro Lado Do Atlântico” de D. Ellery e M. Câmara – CineDocs de 5ª

O CineDocs de 5ª exibe Do Outro Lado Do Atlântico, de Daniele Ellery e Márcio Câmara. A sessão faz parte da edição deste ano do Cine Tornado Festival. Após a exibição do filme, o debate conta com a presença de Prof. Marcos S. da Silveira, docente da Universidade Federal do Paraná.

Sinopse: Documentário. As diversas percepções sobre identidades e culturas de estudantes africanos de países de língua portuguesa que estudam ou estudaram em universidades brasileiras. Dos dois lados do Atlântico, histórias de partidas, permanências e regressos são contadas, encontros e desencontros de pessoas e de ideias, percursos, desejos e sonhos. Continuar lendo

12 Set. 2017: “Das Nuvens Pra Baixo” de E. Altmann e M. A. Gonçalves – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe e debate Das Nuvens Pra Baixo, de Eliska Altmann e Marco Antonio Gonçalves. A sessão faz parte da edição deste ano do Cine Tornado Festival. Após a exibição do filme, o debate conta com a presença de Profa. Magda Luiza Mascarello, docente da universidade Instituto Federal do Paraná.

Sinopse: Entre a favela do Canindé, em São Paulo dos anos 1960, e a favela da Maré, no Rio de Janeiro de 2015, o filme cria pontes entre os diários da escritora Carolina Maria de Jesus e os cotidianos de outras “Carolinas”. Inspirados nos diários, publicados no inicio da década de 1960, quando pela primeira vez na história do Brasil uma favelada escreve sobre o cotidiano e é publicada, os diretores do filme, 50 anos depois, saem em busca de personagens no Complexo da Maré, Rio de Janeiro. Investigando continuidades e descontinuidades entre distintas vivências femininas e seus significados de favela, lá encontram Geandra Nobre. Ela, atriz, ao encarnar Carolina no filme acaba por criar uma ponte espaço-temporal entre a personagem e as “Carolinas da Maré”: Iraci, Edilma, Maria da Paz, Vanessa e Genalda. As falas e reflexões delas propiciam uma imagem que escapa da violência e da virilidade masculinas, descortinando uma favela vivida literalmente como substantivo feminino. Continuar lendo

23 a 25 Ago. 2017: Mostra de Animação Francesa – SESC Paço da Liberdade

O SESC Paço da Liberdade realiza a Mostra de Animação Francesa. Toda a programação é exibida no áudio original em francês com legendas em português.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

24 de Agosto, quinta-feira as 15h00. Mia Et Le Migou, de Jacques-Rémy Girerd (2008, 92 min). Classificação Etária: Livre. Mia tem dez anos e mora numa vila pobre na América do Sul. O pai, Pedro, teve de deixá-la para trabalhar na construção de um luxuoso hotel em meio da floresta amazônica. Mas, forças ocultas da natureza reagem contra o projeto, e Pedro fica preso num túnel subterrâneo. Mia tem uma premonição, e decide partir em uma longa e perigosa jornada para salvar o pai. Para isso, deve atravessar uma floresta amaldiçoada, povoada por diversos seres misteriosos. Enquanto passeia por esse mundo mágico, a menina se depara com as forças da natureza e descobre uma árvore extraordinária.

24 de Agosto, quinta-feira as 19h00. Aya De Yopougon, de Marguerite Abouet e Clément Oubrerie (2013, 90 min). Classificação Etária: Livre. Aya e duas amigas, Adjoua e Bintou, vivem no bairro popular de Yopougon, em Abidjan, na Costa do Marfim. As moças têm 19 anos, idade caracterizada pela liberdade. Enquanto Adjoua e Bintou preferem aproveitar essa virtude saindo à noite e procurando marido, Aya tem a ambição de ser médica. Continuar lendo

23 Ago. 2017: “Nunca Me Sonharam” de Cacau Rhoden – SESC Paço da Liberdade

O SESC Paço da Liberdade recebe o evento de lançamento no Paraná do documentário  Nunca Me Sonharam, de Cacau Rhoden. Após a exibição, o diretor do filme estará presente para falar sobre o filme e debate.

Sinopse: Nunca Me Sonharam nos convida ao diálogo sobre a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, o filme questiona: como nós, enquanto sociedade, estamos cuidando e valorizando a qualidade da educação oferecida aos jovens na fase mais sensível e transformadora da vida deles? Continuar lendo

22 Ago. 2017: “Club Sandwich” de Fernando Eimbcke – Cine na 3ª

O Cine na 3ª exibe Club Sandwich, de Fernando Eimbcke.

Sinopse: Paloma cria sozinha o filho Héctor, de 15 anos de idade. Os dois viajam para um pequeno resort que está vazio devido ser baixa temporada, e passam os dias entediados entre o quarto e a piscina. Quando uma garota da idade de Héctor chega no lugar, o adolescente se interessa por ela. Paloma começa a perceber que o filho já não é criança e ela passa a desenvolver ansiedade, em meio a ciúmes, frustração e  a sensação de que a relação com o filho não voltará a ser como ela está acostumada. Continuar lendo