20 Nov. 2019: “Correndo Atrás” de Jeferson De – CineMIS

O CineMIS continua a Mostra Cordilheira com Correndo Atrás, de Jeferson De.

Saiba mais sobre a Mostra com o release oficial:

A Mostra será um espaço para exibição e reflexão da produção de realizadoras e realizadores negros ao longo da História do Cinema. O evento é construído em parceria com Andrei Bueno Carvalho, Bea Gerolin e Kariny Martins, membros da equipe de curadoria e produção da Mostra de Cinema Negro Brasileiro. Com exibições seguidas de bate-papo, realizadas nas noites de quarta em novembro (das 19h00 às 22h00), a programação propõe exibições e conversas sobre filmes contemporâneos, uma pequena amostra do vasto território dos Cinemas Negros, com obras que expressam a singularidade de cada cineasta.

A Mostra Cordilheira é realizada com o apoio da Mostra de Cinemas Africanos, um evento itinerante focado na cinematografia contemporânea do continente. Na fanpage da Mostra de Cinemas Africanos (clique aqui) é possível conhecer, entre outras coisas, informações sobre várias produções do Cinema Africano.

Sinopse: Ambientada nos dias atuais, a trama apresenta Ventania, um brasileiro que quer mudar de vida e tenta de diversas formas alcançar o objetivo. Vende objetos no sinal, se veste de personagens infantis para animar as crianças e topa qualquer coisa para conseguir pagar as contas, o que é cada vez mais complicado. Como uma luz no fim do túnel, ele decide virar empresário de futebol e descobrir novos talentos. Como não pode fazer tudo sozinho, pede ajuda para os amigos, que não estão nada felizes com ele e com as dívidas que ele foi deixando de pagar. Continuar lendo

14 Nov. 2019: “Contrastes Humanos” de Preston Sturges – Cineclube Aurora

O Cineclube Aurora dá sequência ao Ciclo Lélio Sotto Maior Júnior com exibição e debate de Contrastes Humanos, de Preston Sturges.

Especialmente para este Ciclo, o MIS está disponibilizando textos críticos de Lélio e de outros pensadores de cinema para os participantes que gostarem da ideia de ler os materiais antes de cada a sessão. Clique aqui e acesse.

Sinopse: Acostumado a dirigir filmes simples e sem grandes implicações, o cineasta John L. Sullivan decide fazer um filme sobre os problemas sociais. Todavia, é desencorajado pelos produtores, que o acham incapaz para tal. Para provar o contrário, ele se traveste de mendigo e vai para as ruas, com objetivo de viver a experiência de perto e ter contato com a realidade. Continuar lendo

13 Nov. 2019: “Kasala!” de Ema Edosio – CineMIS

O CineMIS inicia a Mostra Cordilheira com Kasala!, de Ema Edosio.

Saiba mais sobre a Mostra com o release oficial:

A Mostra será um espaço para exibição e reflexão da produção de realizadoras e realizadores negros ao longo da História do Cinema. O evento é construído em parceria com Andrei Bueno Carvalho, Bea Gerolin e Kariny Martins, membros da equipe de curadoria e produção da Mostra de Cinema Negro Brasileiro. Com exibições seguidas de bate-papo, realizadas nas noites de quarta em novembro (das 19h00 às 22h00), a programação propõe exibições e conversas sobre filmes contemporâneos, uma pequena amostra do vasto território dos Cinemas Negros, com obras que expressam a singularidade de cada cineasta.

A Mostra Cordilheira é realizada com o apoio da Mostra de Cinemas Africanos, um evento itinerante focado na cinematografia contemporânea do continente. Na fanpage da Mostra de Cinemas Africanos (clique aqui) é possível conhecer, entre outras coisas, informações sobre várias produções do Cinema Africano.

Sinopse: Tunji, um adolescente travesso, sai com o carro do tio sem consentimento e chama os amigos Chikodi, Effiong e Abraham para se aventurar pela cidade com ele. Mas a alegria dura pouco: eles batem o carro, e agora e têm apenas cinco horas para conseguir dinheiro para o conserto antes que o tio de Tunji volte do trabalho. É uma comédia em ritmo acelerado que, segundo a própria diretora do filme, é um reflexo da vida dela na Nigéria.
Continuar lendo

27 Set. 2019: “12 Homens e Uma Sentença” de Sidney Lumet – Sessão Sabedoria

O cineclube Sessão Sabedoria exibe e debate 12 Homens e Uma Sentença, de Sidney Lumet.

Sinopse: Um jovem porto-riquenho é acusado do brutal crime de ter matado o próprio pai. Quando ele vai a julgamento, doze jurados se reúnem para decidir a sentença, levando em conta que o réu deve ser considerado inocente até que se prove o contrário. Onze dos jurados têm plena certeza de que ele é culpado, e votam pela condenação, mas um jurado acha que é melhor investigar mais para que a sentença seja correta. Para isso, ele terá que enfrentar diferentes interpretações dos fatos, e a má vontade dos outros jurados, que só querem voltar para suas casas o mais rápido quanto possível. Continuar lendo

26 Set. 2019: “Sementes Do Nosso Quintal” de Fernanda Heinz Figueiredo – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de Sementes Do Nosso Quintal, de Fernanda Heinz Figueiredo.

Sinopse: O filme retrata o cotidiano de uma escola de Educação Infantil diferenciada que, através do pensamento-em-ação da idealizadora, a controversa e carismática educadora Therezita Pagani, nos revela o potencial estruturante da educação infantil verdadeira, firme e sensível. Somos levados a uma escola onde a criança está acima de métodos e fórmulas de se educar. Onde natureza, música, arte, conflitos, magia e cultura popular regem o encontro das crianças, que convivem diariamente entre diferentes faixas etárias. “Sementes do Nosso Quintal” é, antes de tudo, um filme que trata da vida de todos nós, através de uma escola. Continuar lendo

24 Set. 2019: “Jonas E O Circo Sem Lona” de Paula Gomes – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de Jonas E O Circo Sem Lona, de Paula Gomes.

Sinopse: No fundo do quintal, numa casa na periferia de Salvador, Jonas, de 13 anos, mantém um pequeno circo. Ele vem de uma família circense e treina os amigos para apresentar-se num espetáculo, cobrando ingressos baratos das crianças que moram por perto. No entanto, quando as aulas começam, os colegas o abandonam… É cada vez mais difícil para Jonas sustentar o sonho de pé, especialmente porque a mãe e a avó insistem que agora ele tem que estudar. Continuar lendo

19 Set. 2019: “Baré, Povo Do Rio” de Tatiana Toffoli – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de Baré, Povo Do Rio, de Tatiana Toffoli.

Sinopse: Os Baré vivem ao longo do Rio Xié e alto curso do Rio Negro, na Amazônia brasileira. Oriundos da família linguística aruak, hoje falam o nheengatu, língua difundida pelos carmelitas no período colonial, e integram a área cultural conhecida como Noroeste Amazônico. O documentário acompanha os principais usos e costumes do grupo, incluindo os ritos ancestrais, como o dabucuri, ritual de troca e o kariamã, ritual de iniciação para a vida adulta no qual são repassados conselhos e ensinamentos sobre como viver na floresta aos mais jovens. Continuar lendo

17 Set. 2019: “A Grande Nuvem Cinza” de Marcelo Munhoz – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de A Grande Nuvem Cinza, de Marcelo Munhoz.

Sinopse: Em uma pequena cidade no sul do Brasil, Lidia passa os dias vendo os outros trabalhando à sua volta. E às noites sonha com tempos passados no cultivo do fumo, quando ainda conseguia andar. Junto com o resgate da história dela, conhecemos a vida de quatro outros plantadores de fumo. Guiados pela tradição, misticismo ou pragmatismo, eles vivem na linha tênue entre a luta e o amor à terra.
Continuar lendo

12 Set. 2019: “Sob A Pata Do Boi” de Marcio Isensee e Sá – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de Sob A Pata Do Boi, de Marcio Isensee e Sá.

Sinopse: A Amazônia tem hoje 85 milhões de cabeças de gado, três para cada habitante da região. Na década de 1970, quase não havia bois e a floresta estava intacta. Desde então, uma porção equivalente ao tamanho da França desapareceu, da qual 66% virou pastagem. A mudança foi incentivada pelo governo, que motivou a chegada de milhares de fazendeiros de outras partes do país. A pecuária tornou-se bandeira econômica e cultural da Amazônia, forjando poderosos políticos a defendê-la. O documentário aborda essas transformações na região, incluindo decisões do Ministério Público que tentam conter o desmatamento. Continuar lendo

10 Set. 2019: “Apart Horta” de Cecilia Engels – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de Apart Horta, de Cecilia Engels.

Sinopse: O filme contagia as pessoas com o interesse em cultivar alimentos em casa. Além da trama de Nazaré e Natanael, o filme mostra experiências reais apresentadas em mini-documentários. Sim, é possível: tem gente plantando em espaços muito pequenos! Os personagens tocam no tema da reciclagem, do preço dos alimentos, do reaproveitamento da matéria orgânica (minhocários) e também do preconceito e da desinformação que rondam estes temas. Trazer essa história para o contexto de um condomínio mostra que cada pessoa se relaciona de uma maneira com o tema. Tem a moderninha engajada, mas tem a japonesa que é do tempo em que todo mundo tinha roçado em casa; tem a síndica que faz o meio de campo, está desinformada mas aberta para a nova proposta; e claro, tem o vizinho mente fechada que não quer mudar o sistema. Continuar lendo

05 Set. 2019: “As Hiper Mulheres” de Carlos Fausto – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de As Hiper Mulheres, de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro.

Conheça a apresentação da proposta por Cristiane Senn, diretora do MIS:

“A programação, que tem minha curadoria e de Ana Paula Málaga, coordenadora de programação do museu, surge num contexto em que se fazem urgentes as reflexões sobre o chão em que pisamos. E o audiovisual é um ambiente de grande importância nesse contexto. A difusão de imagens e ideias de natureza – seja na forma de documentários investigativos, na observação de povos e culturas ou nas ficções em que a natureza se conecta aos seres de modo sutil – ajuda a promover a consciência do ser humano como parte da natureza e, portanto, como agente responsável de suas ações sobre ela.” 

Sinopse: Temendo a morte da esposa idosa, o marido pede que o sobrinho realize o Janurikumalu, o maior ritual feminino do Alto Xingu (estado de Mato Grosso, Brasil), para que ela possa cantar mais uma última vez. As mulheres do grupo começam os ensaios enquanto a única cantora que de fato sabe todas as músicas se encontra gravemente doente. Continuar lendo

03 Set. 2019: “Taego Ãwa” de Henrique e Marcela Borela – CineMIS

Neste mês, a programação do CineMIS forma o Ciclo Natureza em Foco, “filmes brasileiros que, de alguma maneira, desbravam a natureza como cenário ou mesmo como assunto principal”. No próximo encontro, exibição de Taego Ãwa, de Henrique BorelaMarcela Borela.

Conheça a apresentação da proposta por Cristiane Senn, diretora do MIS:

“A programação, que tem minha curadoria e de Ana Paula Málaga, coordenadora de programação do museu, surge num contexto em que se fazem urgentes as reflexões sobre o chão em que pisamos. E o audiovisual é um ambiente de grande importância nesse contexto. A difusão de imagens e ideias de natureza – seja na forma de documentários investigativos, na observação de povos e culturas ou nas ficções em que a natureza se conecta aos seres de modo sutil – ajuda a promover a consciência do ser humano como parte da natureza e, portanto, como agente responsável de suas ações sobre ela.” 

Sinopse: Na UFG (Universidade Federal de Goiás), uma dupla de cineastas encontrou cinco fitas VHS contendo registros culturais da tribo Ãwa. Reunindo outros materiais, eles partem em busca do grupo retratado nos vídeos, apresentando as imagens a eles pela primeira vez e descobrindo a trajetória de enfrentamento com o povo branco desde 1973. Atualmente, os Ãwa lutam pela demarcação e restituição das terras da tribo. Continuar lendo

29 Ago. 2019: “Menino De Engenho” de Walter Lima Jr. – CineMIS

A programação do CineMIS neste mês é formada de adaptações para o cinema de obras literárias icônicas. No próximo encontro, exibição de Menino De Engenho, de Walter Lima Jr..

Sinopse: 1920, estado da Paraíba, Brasil. Após a morte da mãe, o menino Carlinhos é enviado ao engenho de cana-de-açúcar Santa Rosa para ser criado pelo avô e pelos tios. Lá, ele testemunha a chegada de um novo tempo, com o advento das modernas usinas de açúcar e as transformações econômicas e sociais pelas quais passa a produção canavieira, mudanças essas que irão afetar a vida de todos. Quando ele ganha mais idade e vai para o colégio, já não é mais o garoto ingênuo e inocente que chegou no engenho alguns anos antes. Adaptação ao cinema do livro homônimo de José Lins do Rego. Continuar lendo

27 Ago. 2019: “Frankenstein” de James Whale – CineMIS

A programação do CineMIS neste mês é formada de adaptações para o cinema de obras literárias icônicas. No próximo encontro, exibição de Frankenstein, de James Whale.

Sinopse: O cientista Henry Frankenstein tem uma obsessão: criar um ser humano a partir da junção de partes de corpos e órgãos de cadáveres. O corpo produzido e uma bem-sucedida engenharia de reavivamento trazem êxito ao intento. Porém, sem saber, Henry havia colocado o cérebro de um perigoso criminoso na criatura. Agora, um dos mais terríveis resultados da ambição humana, um monstro fortíssimo e perigoso, está à solta no mundo… Roteiro inspirado na obra de Mary Shelley, Frankenstein ou o Prometeu Moderno. Continuar lendo