17 a 23 Ago. 2017: Festival de Cinema da Nova Zelândia – Espaço Itaú de Cinema

A Embaixada da Nova Zelândia no Brasil, junto do Ministério de Cultura, Artes e Patrimônio da Nova Zelândia e com a New Zealand Film Commission, e com a parceria do Espaço Itaú de Cinema, realiza o Festival de Cinema da Nova Zelândia.

O festival sem dúvidas constitui um marco da inserção e divulgação do cinema neozelandês no resto do mundo, sendo a primeira mostra específica de filmes da Nova Zelândia a acontecer na América Latina. Além do Brasil, ocorrerá também na Argentina, Chile, Colômbia, Cuba, México e Paraguai. Na programação, são 9 filmes no total, conjunto formado de documentários, filmes de drama baseados em fatos reais e obras de ficção. Toda a programação possui entrada gratuita. Se desejar saber mais sobre a mostra, acesse a apresentação oficial clicando aqui.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

17 de Agosto, quinta-feira as 19h10: A Encantadora De Baleias, de Niki Caro. Classificação Indicativa: 12 anos

18 de Agosto, sexta-feira as 19h10: Hip Hop-Eration, de Bryn Evans. Classificação Indicativa: 12 anos

18 de Agosto, sexta-feira as 21h20Boy, de Taika Waititi.  Classificação Indicativa: 18 anos Continuar lendo

10 a 16 Ago. 2017: Mostra 30 Anos de Cinema Brasileiro – Espaço Itaú de Cinema

O Espaço Itaú de Cinema realiza a grandiosa Mostra 30 Anos de Cinema Brasileiro. Na programação, 32 filmes diferentes  e um evento de debate, tudo com entrada gratuita.

A Mostra foi planejada para marcar o aniversário de 30 anos do Instituto Itaú Cultural. A curadoria é de Adhemar Oliveira e abrange diferentes produções: do cinema paulista dos anos 1980, passando pela retomada e pós-retomada, até o novo cinema pernambucano, com temáticas que tratam do Brasil profundo e filmes que inspiram o debate sobre as questões de gênero, indígenas e raciais, entre outros.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

10/08, quinta-feira as 14h00: Martírio, de Vincent CarelliTatiana Almeida e  Ernesto de Carvalho
10/08, quinta-feira as 17h00: Madame Satã, de Karim Aïnouz
10/08, quinta-feira as 19h00: Santiago, de João Moreira Salles
10/08, quinta-feira as 21h00: Central Do Brasil, de Walter Salles

11/08, sexta-feira as 14h00: Narradores De Javé, de Eliane Caffé
11/08, sexta-feira as 16h30: 2 Filhos De Francisco, de Breno Silveira
11/08, sexta-feira as 19h00: Cidade de Deus, de Fernando Meirelles e Kátia Lund
11/08, sexta-feira as 21h30: É Proibido Fumar, de Anna Muylaert Continuar lendo

07 a 15 Jun. 2017: 6º Olhar de Cinema: Festival Internacional de Curitiba – Grafo Audiovisual

Está chegando a sexta edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba. O Festival é realizado pela produtora Grafo Audiovisual e Ministério da Cultura.

O Olhar de Cinema de 2017 engloba 125 filmes, entre curtas-metragens e longas-metragens de diversos países da maioria das partes do mundo. Além dos filmes, muitas outras atividades são realizadas, que serão melhor apresentadas logo a seguir. Confira o texto oficial de introdução ao festival:

6º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba | 7 a 15 de junho de 2017

A presente edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba acontece num contexto sócio-político e cultural completamente distinto daquele no qual o festival surgiu em 2012. Em apenas cinco anos o país sofreu uma guinada sobre a qual ainda se fazem necessárias análises e reflexões, para as quais acreditamos que o cinema pode dar a contribuição dele. Refletindo o momento atual, em que o acirramento dos embates se fazem cada vez mais frequentes e violentos, em que as fronteiras entre realidade e ficção estão tão embaralhadas que possibilita o surgimento do conceito de Pós-Verdade ou Política Pós-Factual, a identidade visual do VI Olhar de Cinema – FIC, assinada pela artista Sandra Hiromoto, ilustra bem o que se pretende com esta edição do festival: provocar e convidar o público à reflexão acerca do papel do cinema como ferramenta de sensibilização e resistência coletiva.

Com 125 filmes vindos de diferentes partes do mundo, além de Oficinas, Seminário, Encontros de Negócios, Masterclass, festas e Debates, o Olhar de Cinema – FIC ocupa diferentes espaços na cidade de Curitiba, oferecendo ao longo de 9 dias uma ampla, acessível e variada programação. Continuar lendo

15 a 21 Dez. 2016: “Blow-Up – Depois Daquele Beijo” de Michelangelo Antonioni – Projeto Clássica

O Projeto Clássica da distribuidora Zeta Filmes lança no Brasil a versão restaurada em DCP de Blow-Up – Depois Daquele Beijo, de Michelangelo Antonioni. A exibição em Curitiba acontece no Espaço Itaú de Cinema.

Sinopse: Thomas é um fotógrafo de moda que não suporta mais o mundo em que vive, no qual jovens mulheres o perseguem para serem fotografadas na esperança de se tornarem grandes modelos. Um dia, ao passar por um parque de Londres, ele vê um casal à distância e resolve fotografá-los. Ao vê-lo, Jane corre ao encontro, pedindo que a ele que entregue os negativos das fotos. Thomas se recusa e vai embora, mas ela descobre o endereço do e vai visitá-lo. Lá Jane tenta seduzi-lo e Thomas a engana, entregando outro rolo fotográfico. Ao revelar as fotos, Thomas percebe que pode ter documentado, sem querer, um assassinato. Em seu primeiro filme em inglês, baseado em conto de Julio Cortázar, Antonioni explora tanto a interação entre o indivíduo e os conceitos de realidade, ilusão e aparência, quanto a veracidade da imagem. Continuar lendo

09 a 14 Dez. 2016: “Blow-Up – Depois Daquele Beijo” de Michelangelo Antonioni – Projeto Clássica

O Projeto Clássica da distribuidora Zeta Filmes lança no Brasil a versão restaurada em DCP de Blow-Up – Depois Daquele Beijo, de Michelangelo Antonioni. A exibição em Curitiba acontece no Espaço Itaú de Cinema.

Sinopse: Thomas é um fotógrafo de moda que não suporta mais o mundo em que vive, no qual jovens mulheres o perseguem para serem fotografadas na esperança de se tornarem grandes modelos. Um dia, ao passar por um parque de Londres, ele vê um casal à distância e resolve fotografá-los. Ao vê-lo, Jane corre ao encontro, pedindo que a ele que entregue os negativos das fotos. Thomas se recusa e vai embora, mas ela descobre o endereço do e vai visitá-lo. Lá Jane tenta seduzi-lo e Thomas a engana, entregando outro rolo fotográfico. Ao revelar as fotos, Thomas percebe que pode ter documentado, sem querer, um assassinato. Em seu primeiro filme em inglês, baseado em conto de Julio Cortázar, Antonioni explora tanto a interação entre o indivíduo e os conceitos de realidade, ilusão e aparência, quanto a veracidade da imagem. Continuar lendo

18 Jun. 2016: “Um Homem, Uma Mulher” de Claude Lelouch – Espaço Itaú de Cinema

Toda edição do Festival Varilux conta com a exibição de um grande clássico do cinema francês. Na edição deste ano, o filme escolhido foi Um Homem, Uma Mulher, de Claude Lelouch.

Sinopse: Um Homem, Uma Mulher despertou os olhares do mundo para a obra do premiado diretor Claude Lelouch. Vencedor dos Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original, além da Palma de Ouro em Cannes. Durante uma tarde de domingo, visitando os filhos no colégio interno, Jean-Louis Duroc e Anne Gauthier se encontram. Assim continua nos próximos finais de semana: eles vão conhecendo um ao outro e logo descobrem que ambos são viúvos e perderam seus parceiros recentemente. Depois de uma grande amizade, eles começam um relacionamento, mas a memória dos amores perdidos ainda é muito forte… Continuar lendo

16 a 29 Jun. 2016: Festival Varilux de Cinema Francês – Espaço Itaú de Cinema

A edição de 2016 do Festival Varilux de Cinema Francês está sendo realizado em 50 cidades do país, e Curitiba é uma daquelas que recebe o Festival. Aqui, começa no Espaço Itaú de Cinema (Shopping Crystal).

As sessões não são gratuitas e seguem a política de preços do cinema.

Confira a programação completa CLICANDO AQUI. Na página, clicando no ícone do filme, você abre a sinopse e demais informações.

A partir do dia 30, o Festival continua no Cineplex Batel. Continuar lendo

08 a 16 Jun. 2016: 5º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba

Em junho acontece o 5º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, a edição de 2016 do maior e mais completo festival de cinema das terras paranaenses.

Conheça o texto oficial de introdução ao Olhar de Cinema, presente no Guia de Programação:

Em 2012 nasceu o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, um evento que em sua essência já possuía objetivos muito claros: levar ao público um recorte do cinema independente mundial, debater sobre as tendências estéticas históricas e contemporâneas, levantar discussões acerca de temas sociais, culturais e políticos urgentes.

olhar

É sabido que o início de um novo projeto é sempre cheio de incertezas, da ideia à prática são muitos obstáculos a superar, muitas surpresas e é necessária muita disposição a se adaptar a realidade. Com este projeto não foi diferente! Primeiramente o objetivo era o de apresentar esta nova proposta a todos, que receberam o evento de peito e mente aberta. Posteriormente, já com o acolhimento do público, o evento se permitiu dar um salto maior em busca do desconhecido, o que deixou o festival ainda mais instigante. Em sua terceira edição, como uma semente que foi cuidadosamente cultivada, o festival finalmente brotou e começou a se enraizar no imaginário daqueles que o fazem acontecer, os realizadores, o público, a crítica, profissionais de toda a cadeia cinematográfica, os patrocinadores e apoiadores. A quarta edição foi a da leveza; com o terreno já bastante firme, era chegada a hora de se soltar e pairar na atmosfera positiva que foi criada. Agora o momento é o de celebração, são cinco anos bem sucedidos de resistência, comprometimento, risco e aprendizado! Continuar lendo

25 Fev. a 02 Mar. 2016: “O Menino E O Mundo” de Alê Abreu – Espaço Itaú de Cinema

Continua em cartaz no Espaço Itaú de Cinema O Menino E O Mundo, de Alê Abreu.

O longa-metragem é um dos finalistas do Oscar em Melhor Animação e acabou de conquistar o prêmio Annie Awards na categoria de melhor longa-metragem independente.

Sinopse: Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. O filme é uma inusitada animação com várias técnicas artísticas que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança. Continuar lendo

14 a 20 Jan. 2016: “8½” de Federico Fellini – Clássica

Continua em cartaz , de Federico Fellini, no Projeto Clássica.

Sinopse: Prestes a rodar sua próxima obra, o cineasta Guido Anselmi ainda não tem ideia de como será o filme. Mergulhado em uma crise existencial e pressionado pelo produtor e pelos amigos, a situação se agrava por estar em crise conjugal, tanto com a esposa quanto com a amante… Guido se interna em uma estação de águas e passa a misturar o passado com o presente, ficção com realidade. Continuar lendo

27 Nov. a 02 Dez. 2015: “Morangos Silvestres” de Ingmar Bergman – Clássica

O projeto Clássica tem o objetivo de apresentar filmes que marcaram a história do cinema e que são fundamentais para todos os cinéfilos, em cópias restauradas em digital (DCP). É uma parceria entre as empresas FJ Cines e Zeta Filmes concebida especialmente para o lançamento de cópias restauradas de filmes clássicos.

As salas de exibição que apoiam o projeto são do Espaço Itaú de Cinema, que está levando o Clássica a nove capitais brasileiras, entre elas Curitiba.

O Projeto continua com Morangos Silvestres, de Ingmar Bergman.

Sinopse: Isak Borg é um professor de Medicina que revisita vários momentos marcantes de seu passado durante uma viagem de carro até sua antiga universidade, onde ele irá receber uma honraria. Acompanhado de sua nora Marianne, ele evoca a memória de sua família e de sua ex-namorada. Durante a viagem ele conhece uma garota adolescente que em muito se assemelha a Sara, seu antigo amor. A jovem pega carona com o professor e Marianne. Quanto mais Borg recorda as decepções e desilusões que viveu, mais ele se sente frio e cheio de culpa. Continuar lendo

12 a 18 Nov. 2015: “Mamma Roma” de Pier Paolo Pasolini – Clássica

O projeto Clássica tem o objetivo de apresentar filmes que marcaram a história do cinema e que são fundamentais para todos os cinéfilos, em cópias restauradas em digital (DCP). É uma parceria entre as empresas FJ Cines e Zeta Filmes concebida especialmente para o lançamento de cópias restauradas de filmes clássicos.

As salas de exibição que apoiam o projeto são do Espaço Itaú de Cinema, que está levando o Clássica a nove capitais brasileiras, entre elas Curitiba.

O Projeto continua com a segunda semana em cartaz de Mamma Roma, de Pier Paolo Pasolini.

Sinopse: Mamma Roma é uma prostituta que sonha em mudar de vida e de classe social, o que a permitiria voltar a viver com o filho Ettore. Para tanto, decide se casar com Carmine, seu ex-gigolô. Infelizmente, ela encontrará muitas dificuldades para realizar seu sonho. Continuar lendo

05 a 11 Nov. 2015: “Mamma Roma” de Pier Paolo Pasolini – Clássica

O projeto Clássica tem o objetivo de apresentar filmes que marcaram a história do cinema e que são fundamentais para todos os cinéfilos, em cópias restauradas em digital (DCP). É uma parceria entre as empresas FJ Cines e Zeta Filmes concebida especialmente para o lançamento de cópias restauradas de filmes clássicos.

As salas de exibição que apoiam o projeto são do Espaço Itaú de Cinema, que está levando o Clássica a nove capitais brasileiras, entre elas Curitiba.

O Projeto continua com Mamma Roma, de Pier Paolo Pasolini.

Sinopse: Mamma Roma é uma prostituta que sonha em mudar de vida e de classe social, o que a permitiria voltar a viver com o filho Ettore. Para tanto, decide se casar com Carmine, seu ex-gigolô. Infelizmente, ela encontrará muitas dificuldades para realizar seu sonho. Continuar lendo

08 a 14 Out. 2015: “Nosferatu – O Vampiro Da Noite” de Werner Herzog – Clássica

O projeto Clássica tem o objetivo de apresentar filmes que marcaram a história do cinema e que são fundamentais para todos os cinéfilos, em cópias restauradas em digital (DCP). É uma parceria entre as empresas FJ Cines e Zeta Filmes concebida especialmente para o lançamento de cópias restauradas de filmes clássicos.

As salas de exibição que apoiam o projeto são do Espaço Itaú de Cinema, que está levando o Clássica a nove capitais brasileiras, entre elas Curitiba.

O Projeto continua com Nosferatu – O Vampiro Da Noite, de Werner Herzog.

Sinopse: Versão de Werner Herzog para o clássico da literatura Drácula, de Bram Stoker. Jonathan Harker é um agente imobiliário que visita a Transilvânia para fazer um negócio, ignorando o mal presságio de sua esposa Lucy. Ele visita o castelo do Conde Drácula e acaba se tornando prisioneiro. Continuar lendo