22 Fev. 2018: “Sinfonia Da Necrópole” de Juliana Rojas – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Filmes Brasileiros Recentes” com Sinfonia Da Necrópole, de Juliana Rojas. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

O mote do Ciclo é de exibir produções de destaque no cinema nacional dos últimos 3 anos, e que também contemplem grandes temas que tem marcado o país na sua história recente e/ou movimentado os grandes debates na sociedade.

Sinopse: O jovem aprendiz de coveiro Deodato está com o emprego em risco. Os outros coveiros duvidam da capacidade dele para o trabalho. O tio Jaca tenta sensibilizá-lo para a função, mas é inútil: o trabalho aflige a Deodato, que tem aspirações artísticas. A rotina melhora quando Jaqueline surge no cemitério. Funcionária do serviço funerário, com a ajuda do rapaz inicia um levantamento sobre túmulos abandonados. A paixão impede Deodato de pedir demissão, mas estranhos eventos continuam a abalar o estado psicológico dele.

Continuar lendo

Anúncios

20 Fev. 2018: “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Filmes Brasileiros Recentes” com Aquarius, de Kleber Mendonça Filho. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

O mote do Ciclo é de exibir produções de destaque no cinema nacional dos últimos 3 anos, e que também contemplem grandes temas que tem marcado o país na sua história recente e/ou movimentado os grandes debates na sociedade.

Sinopse: Clara tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora num apartamento localizado em bairro nobre do Recife, onde criou os filhos e viveu boa parte da vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia.

Continuar lendo

15 Fev. 2018: “Branco Sai, Preto Fica” de Adirley Queirós – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Filmes Brasileiros Recentes” com Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queirós. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

O mote do Ciclo é de exibir produções de destaque no cinema nacional dos últimos 3 anos, e que também contemplem grandes temas que tem marcado o país na sua história recente e/ou movimentado os grandes debates na sociedade.

Sinopse: Misto de ficção e documentário, o filme cria as imagens e sons a partir de uma história trágica: dois homens negros, moradores da maior localidade da periferia de Brasília, ficam marcados para sempre graças a uma ação criminosa de uma polícia racista e territorialista da Capital Federal. Essa polícia invade um baile black. Tiros, correria e a consumação da tragédia: um homem fica para sempre na cadeira de rodas, o outro perde a perna após um cavalo da polícia montada cair sobre ele. Mas esses homens não se sentem confortados em contar a história de maneira direta e jornalística. Eles querem fabular, querem outras possibilidades de narrar o passado, abrindo para um presente cheio de aventuras e ressignificações e propondo um futuro.

Continuar lendo

08 Fev. 2018: “Campo Grande” de Sandra Kogut – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Filmes Brasileiros Recentes” com Campo Grande, de Sandra Kogut. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

O mote do Ciclo é de exibir produções de destaque no cinema nacional dos últimos 3 anos, e que também contemplem grandes temas que tem marcado o país na sua história recente e/ou movimentado os grandes debates na sociedade.

Sinopse: Certa manhã, duas crianças são deixadas em frente à portaria de um prédio em Ipanema, sem nenhuma explicação, a não ser um pedaço de papel com o nome e endereço de Regina, moradora de um dos apartamentos. Em nenhum momento as crianças duvidam que a mãe voltará para buscá-las. Mas, será que ela vai mesmo? A chegada das crianças ao mundo de Regina transformará profundamente as vidas delas.​

Continuar lendo

06 Fev. 2018: “Cinema Novo” de Eryk Rocha – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Filmes Brasileiros Recentes” com Cinema Novo, de Eryk Rocha. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

O mote do Ciclo é de exibir produções de destaque no cinema nacional dos últimos 3 anos, e que também contemplem grandes temas que tem marcado o país na sua história recente e/ou movimentado os grandes debates na sociedade.

Sinopse: Um ensaio poético, com olhar aprofundado e retrato íntimo sobre o Cinema Novo, movimento cinematográfico brasileiro que colocou o Brasil no mapa do cinema mundial. O Cinema Novo lançou grandes diretores como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Carlos Diegues, e criou uma estética única, essencial e visceral que mudou a história do cinema latino-americano e a própria história do Brasil para sempre.

Continuar lendo

02 Fev. 2018: “O Serviço de Entregas de Kiki” de Hayao Miyazaki – Cine Esquina

O Cine Esquina finaliza a Mostra InfantoJuvenil com exibição de O Serviço de Entregas de Kiki, de Hayao Miyazaki.

Atenção: a exibição vai acontecer na versão dublada em português.

Sinopse: Kiki é uma jovem aprendiz de bruxa, e chegou o momento de ganhar o mundo. Faz parte da formação de bruxa, sair de casa ainda n adolescência e ir morar em outro lugar do país, aprendendo a sobreviver sozinha. Chegando na nova cidade, Kiki é acolhida por um casal de padeiros, e passa a retribuir a alimentação e hospedagem fazendo entregas da padaria utilizando a vassoura voadora dela. Continuar lendo

1º Fev. 2018: “O Silêncio Do Céu” de Marco Dutra – Cine Esquina

O Cine Esquina inicia o Ciclo “Filmes Brasileiros Recentes” com O Silêncio Do Céu, de Marco Dutra. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

O mote do Ciclo é de exibir produções de destaque no cinema nacional dos últimos 3 anos, e que também contemplem grandes temas que tem marcado o país na sua história recente e/ou movimentado os grandes debates na sociedade.

Sinopse: Ao chegar em casa no meio da tarde, o roteirista Mário testemunha a violação da esposa Diana por dois homens desconhecidos. Oprimido, ele fica perplexo e não toma nenhuma atitude. Diana, sem saber que ele viu o crime, opta por manter tudo em segredo. O silêncio que cresce entre o casal nos dias que se seguem torna-se um tipo próprio de violência.

Continuar lendo

31 Jan. 2018: “Nós Somos As Melhores!” de Lukas Moodysson – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a Mostra InfantoJuvenil com exibição de Nós Somos As Melhores!, de Lukas Moodysson.

Atenção: a exibição vai acontecer na versão legendada em português.

Conheça o texto de apresentação da Mostra:

Neste início de 2018, o Cine Esquina do SESC da Esquina traz títulos infantojuvenis, dque fazem parte do acervo de filmes de classificação livre do SESC,  para as sessões periódicas. Nas férias, as crianças e adolescentes poderão conhecer filmes que não fazem parte da programação de salas comerciais e os adultos, que não costumam acompanhar a programação infantojuvenil, poderão conhecer os filmes do acervo e se emocionar com obras que abordam temas como amizade, coragem, tolerância, consciência ambiental e social, etc. – trazendo reflexões pertinentes à todas as idades. Abordam também a importância dos laços familiares e o que o imaginário popular – atrelado às influências de outras culturas – podem contribuir para a formação do indivíduo, entre outros temas. Portanto, no mês de férias o Sesc da Esquina oferece uma programação variada para crianças, jovens e adultos que possivelmente vão se encantar com as histórias que estão por vir!

Sinopse: Bobo e Klara, duas garotas suecas de 13 anos, querem montar uma banda punk, mesmo que todos digam que o punk morreu. Elas cortam seus cabelos em estilo moicano e recorrem à música para protestar e vencer o tédio. Mas, na verdade, as garotas não sabem tocar nada. Para melhorar a qualidade da banda, chamam a tímida e certinha colega Hedvig, guitarrista brilhante. Uma história sobre as dificuldades e encantos de crescer e se encaixar no mundo. Continuar lendo

30 Jan. 2018: “Eles Vivem” de John Carpenter – Cine Esquina

O Cine Esquina encerra o Ciclo “Estilos Cinematográficos no Cinema Americano” com Eles Vivem, de John Carpenter. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: John Nada é um trabalhador braçal que chega a Los Angeles e encontra trabalho numa fábrica. Durante uma inusitada operação repressiva, a polícia destrói um quarteirão inteiro do bairro miserável em que vive. Na confusão, Nada encontra óculos escuros aparentemente comuns, porém ao usá-los consegue enxergar horrendas criaturas alienígenas disfarçadas de seres humanos, bem como as mensagens subliminares que elas transmitem através da mídia em geral. Ele percebe que os invasores estão controlando o planeta, e juntamente com o companheiro de trabalho Frank, decide se engajar no movimento de resistência, que é perseguido pela polícia.

Continuar lendo

29 Jan. 2018: “Porco Rosso: O Último Herói Romântico” de Hayao Miyazaki – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a Mostra InfantoJuvenil com exibição de Porco Rosso: O Último Herói Romântico, de Hayao Miyazaki.

Atenção: a exibição vai acontecer na versão dublada em português.

Conheça o texto de apresentação da Mostra:

Neste início de 2018, o Cine Esquina do SESC da Esquina traz títulos infantojuvenis, dque fazem parte do acervo de filmes de classificação livre do SESC,  para as sessões periódicas. Nas férias, as crianças e adolescentes poderão conhecer filmes que não fazem parte da programação de salas comerciais e os adultos, que não costumam acompanhar a programação infantojuvenil, poderão conhecer os filmes do acervo e se emocionar com obras que abordam temas como amizade, coragem, tolerância, consciência ambiental e social, etc. – trazendo reflexões pertinentes à todas as idades. Abordam também a importância dos laços familiares e o que o imaginário popular – atrelado às influências de outras culturas – podem contribuir para a formação do indivíduo, entre outros temas. Portanto, no mês de férias o Sesc da Esquina oferece uma programação variada para crianças, jovens e adultos que possivelmente vão se encantar com as histórias que estão por vir!

Sinopse: Marco Porcellino é piloto acrobático de aviões e lutou a I Guerra Mundial, sendo o único sobrevivente do esquadrão dele. Em determinado momento da vida depois disso, o rosto dele foi transformado na de um porco, e passou a ser chamado de Porco Rosso. O filme não dá explicações como isso sucedeu. Ele vive de caçar piratas aéreos, resgatando o que eles roubam dos outros e recebendo recompensas. Fora algumas poucas amizades, como Gina, a proprietária de um hotel e aparentemente apaixonada por ele, Porco Rosso acumula na vida mais inimigos do que amigos. E não dá outra: os piratas de várias gangues, cansados de sempre ter em prejuízos por causa dele, se reúnem e contratam um exímio piloto americano para abatê-lo. Agora, Porco Rosso tem de provar mais uma vez que ainda é o melhor piloto das paradas, apesar da idade que vem chegando, num duelo com o americano. Para isso, terá ajuda de um antigo amigo e da neta dele para reconstruir o avião. Filme de Hayao Miyazaki único, com roteiro e estilo peculiares dentro da obra, Porco Rosso tem drama, comédia, ação e aventura intercalados de forma muito bem balanceada, tratando de temas como a guerra, a amizade e a procura de sentido na vida. E esse talvez seja o longa-metragem de Miyazaki em que ele tenha explorado com mais intensidade sua paixão pelo céu e máquinas voadoras.  Continuar lendo

26 Jan. 2018: “Nossa Irmã Mais Nova” de Hirokazu Koreeda – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a Mostra InfantoJuvenil com exibição de Nossa Irmã Mais Nova, de Hirokazu Koreeda.

Atenção: a exibição vai acontecer na versão legendada em português.

Conheça o texto de apresentação da Mostra:

Neste início de 2018, o Cine Esquina do SESC da Esquina traz títulos infantojuvenis, dque fazem parte do acervo de filmes de classificação livre do SESC,  para as sessões periódicas. Nas férias, as crianças e adolescentes poderão conhecer filmes que não fazem parte da programação de salas comerciais e os adultos, que não costumam acompanhar a programação infantojuvenil, poderão conhecer os filmes do acervo e se emocionar com obras que abordam temas como amizade, coragem, tolerância, consciência ambiental e social, etc. – trazendo reflexões pertinentes à todas as idades. Abordam também a importância dos laços familiares e o que o imaginário popular – atrelado às influências de outras culturas – podem contribuir para a formação do indivíduo, entre outros temas. Portanto, no mês de férias o Sesc da Esquina oferece uma programação variada para crianças, jovens e adultos que possivelmente vão se encantar com as histórias que estão por vir!

Sinopse: Três irmãs – Sachi, Yoshino e Chika – vivem juntas em uma grande casa na cidade de Kamakura. Quando o pai morre – que era divorciado e já não vivia com as filhas – as irmãs viajam para o interior para o funeral, e conhecem Suzu, a tímida meia-irmã adolescente. Após criar laços rapidamente com a órfã, pois a mãe dela também já morrera, elas convidam-na para viver em Kamakura. Se as irmãs não a convidassem, teria de viver com a terceira esposa do pai, com quem não se dá bem. Suzu concorda ansiosamente, sem nem mesmo hesitar. Agora, a vida das quatro irmãs passará por dificuldades com as mudanças, mas com um caminho também repleto de alegrias. Continuar lendo

25 Jan. 2018: “Caminho Para O Nada” de Monte Hellman – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Estilos Cinematográficos no Cinema Americano” com Caminho Para O Nada, de Monte Hellman. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: Tygh Runyan, jovem cineasta, resolve rodar um filme baseado na história de um crime real ocorrido no interior dos Estados Unidos, onde um político e a amante aparentam ter cometido suicídio. Para interpretar a amante, é contratada uma mulher misteriosa bastante parecida com a pessoa na qual sua personagem é inspirada. Aos poucos Tygh é envolvido cada vez mais pelo ocorrido, desenvolvendo uma obsessão pelo caso e pela protagonista.

Continuar lendo

24 Jan. 2018: “O Sonho De Wadjda” de Haifaa Al Mansour – Cine Esquina

O Cine Esquina continua a Mostra InfantoJuvenil com exibição de O Sonho De Wadjda, de Haifaa Al Mansour.

Atenção: a exibição vai acontecer na versão legendada em português.

Conheça o texto de apresentação da Mostra:

Neste início de 2018, o Cine Esquina do SESC da Esquina traz títulos infantojuvenis, dque fazem parte do acervo de filmes de classificação livre do SESC,  para as sessões periódicas. Nas férias, as crianças e adolescentes poderão conhecer filmes que não fazem parte da programação de salas comerciais e os adultos, que não costumam acompanhar a programação infantojuvenil, poderão conhecer os filmes do acervo e se emocionar com obras que abordam temas como amizade, coragem, tolerância, consciência ambiental e social, etc. – trazendo reflexões pertinentes à todas as idades. Abordam também a importância dos laços familiares e o que o imaginário popular – atrelado às influências de outras culturas – podem contribuir para a formação do indivíduo, entre outros temas. Portanto, no mês de férias o Sesc da Esquina oferece uma programação variada para crianças, jovens e adultos que possivelmente vão se encantar com as histórias que estão por vir! 

Sinopse: Wadjda tem dez anos de idade, e mora no subúrbio de Riade, capital da Arábia Saudita. Ela é uma garota teimosa e cheia de vida, que gosta de brincar com os garotos. Um dia, após uma disputa com o amigo Abdullah, ela vê uma bela bicicleta à venda. Wadjda gostaria de comprá-la, para superar o colega em uma corrida, mas na sociedade conservadora onde vivem, garotas não podem dirigir carros ou bicicletas. Ela decide então fazer de tudo para conseguir o dinheiro sozinha.

Continuar lendo

23 Jan. 2018: “Irmã” de Zach Clark – Cine Esquina

O Cine Esquina continua o Ciclo “Estilos Cinematográficos no Cinema Americano” com Irmã, de Zach Clark. O filme terá duas exibições no mesmo dia, as 12h00 e 18h00.

Sinopse: Outubro de 2008. A jovem freira Colleen tem evitado contato com a família, até que uma mensagem de e-mail da mãe anuncia: “Seu irmão está em casa”. Ao retornar à casa de infância em Asheville, Carolina do Norte, ela encontra o antigo quarto exatamente como ela o deixou: pintado de preto e coberto de cartazes no estilo gótico. Os pais estão felizes o suficiente por revê-la, mas o mal-estar e o constrangimento imperam. E o irmão está vivendo recluso na casa de hóspedes desde que voltou da Guerra do Iraque.

Continuar lendo