16 Set. 2019: “Bohemian Rhapsody” de Bryan Singer – Psicanálise & Cinema

O cineclube Psicanálise & Cinema está com novo endereço em 2019: o Teatro Bom Jesus da FAE Centro Universitário. Uma vez ao mês, fará parte da programação do Cineclube Espoletta FAE.

No próximo encontro, exibição e debate de Bohemian Rhapsody, de Bryan Singer.

Apresentação do projeto

O cineclube Psicanálise & Cinema é uma ação concebida e conduzida pela psicanalista Elenice Milani, que regularmente promove a exibição de filmes em instituições diversas, como museus e universidades, com sessões seguidas de debates. A ideia principal é deixar um espaço para o debate sobre os temas abordados nos filmes apresentados, partindo sempre de um esclarecimento psicanalítico, sob a ótica dos conceitos desenvolvidos fundamentalmente por Sigmund Freud e Jacques Lacan.

Comentário

Clique no link e confira o comentário de Elenice Milani sobre o filme: http://bit.ly/BohemianCPC

Sinopse: O filme é uma celebração da banda Queen, sua música e, em especial, do extraordinário vocalista e compositor Freddie Mercury, que desafiou estereótipos e convenções para se tornar um dos artistas mais amados da história. Acompanhando a ascensão meteórica da banda, o som revolucionário e a carreira solo de Freddie, o filme aborda passagens importantes na história da banda, culminando na lendária performance no festival Live Aid, em 1985. Continuar lendo

Anúncios

09 Set. 2019: “Terra Bruta” de John Ford – Cineclube Espoletta FAE

O Cineclube Espoletta FAE exibe e debate Terra Bruta, de John Ford.

Sinopse: O oportunista Guthrie McCabe, ao lado do tenente Jim Gary, decide resgatar um grupo de crianças sequestradas anos antes por uma tribo indígena. No resgate, dois dos reféns conseguem ser trazidos de volta. Porém, a comunidade mostra resistência no convívio com os jovens. Continuar lendo

02 Set. 2019: “8 Mulheres” de François Ozon – Cineclube Espoletta FAE

O Cineclube Espoletta FAE exibe e debate 8 Mulheres, de François Ozon.

Sinopse: Interior da França, Natal de 1953. Numa casa de campo envolta pela neve, o patriarca Marcel é encontrado morto com uma faca nas costas. Na casa, há 8 mulheres: a esposa, as filhas, a sogra, a irmã, a velha cozinheira e a nova camareira. Todas elas teriam motivos para ter matado Marcel. Uma delas é a assassina. Quem será? Continuar lendo

28 Ago. 2019: “500 Almas” de Joel Pizzini – Conversas sobre o Cinema Brasileiro

O próximo encontro do Conversas sobre o Cinema Brasileiro tem exibição e debate de 500 Almas, de Joel Pizzini. Após a exibição, haverá debate com a presença do diretor do filme.

O Conversas é um projeto-cineclube organizado pelo EDUCINE – Laboratório de Cinema e Educação, que pertence à Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR.

Sinopse: O delicado processo de reconstrução da memória e da identidade dos índios da etnia milenar Guató, realizada a partir de depoimentos dos próprios membros da comunidade e de reconstituições de crimes realizados por homens brancos contra eles. Os guatós formam uma tribo indígena da região do Pantanal mato-grossense (Brasil) que foi descoberta muitos e muitos anos após ter sido considerada extinta. Continuar lendo

26 Ago. 2019: “A Hora Do Lobo” de Ingmar Bergman – Cineclube Espoletta FAE

O Cineclube Espoletta FAE exibe e debate A Hora Do Lobo, de Ingmar Bergman.

Sinopse: O pintor Johan e a esposa grávida, Alma, retiram-se para uma ilha isolada. Johan é consumido por remorsos do passado e por constantes alucinações. Alma tenta ajudá-lo a manter a sanidade e controlar a obra dele. Mas, durante a escuridão entre a noite e o amanhecer, a chamada “hora do lobo”, Johan sofre confusões mentais, delírios e alucinações. Acabam por conhecer um misterioso grupo de pessoas que passa a trazer angústias ainda maiores à vida do casal. O único filme que pode ser considerado de terror/horror na filmografia de Ingmar Bergman. Continuar lendo

24 Ago. 2019: “Legítima Defesa” de Susanna Lira – Sessão de Sábado

O Sessão de Sábado finaliza a Mostra “Cidadania na Tela: Filmes e Conversas sobre nossos Direitos” com Legítima Defesa, de Susanna Lira. Após a exibição, será realizado um debate com o público a partir do tema As Muitas Faces de uma História, tendo a participação de integrantes da Clínica de Direitos Humanos da UFPRInstituto Aurora.

ATENÇÃO para o novo horário: 16h00.

Sinopse: Legítima Defesa conta a história de três mulheres que, como tantas outras, foram vítimas de constantes agressões físicas e psicológicas por parte dos companheiros delas. Porém, contrariando as estatísticas e o destino comum à maioria, elas reagiram. Acusadas de homicídio, as três mulheres enfrentam o julgamento da Justiça, da sociedade e o delas próprias, enquanto tentam reconstruir a vida. Continuar lendo

19 Ago. 2019: “Macbeth – Reinado De Sangue” de Orson Welles – Cineclube Espoletta FAE

O Cineclube Espoletta FAE exibe e debate Macbeth – Reinado De Sangue, de Orson Welles.

Sinopse: Baseado na obra homônima de William Shakespeare, mostra Macbeth, um homem simples designado por feiticeiras a se tornar rei. Conquistando as batalhas com muita violência e sangue, a mente dele vai ficando cada vez mais conturbada, o que vem a ser a ruína. O filme segue o texto original, porém amplia a participação das Bruxas e cria um novo personagem, o Homem Santo. Continuar lendo

17 Ago. 2019: “Uma Mulher Fantástica” de Sebastián Lelio – Sessão de Sábado

O Sessão de Sábado prossegue a Mostra “Cidadania na Tela: Filmes e Conversas sobre nossos Direitos” com Uma Mulher Fantástica, de Sebastián Lelio. Após a exibição, será realizado um debate com o público a partir do tema Romper com Preconceitos, tendo a participação de integrantes da Clínica de Direitos Humanos da UFPRInstituto Aurora.

ATENÇÃO para o novo horário: 16h00.

Sinopse: Marina é uma jovem transgênero e aspirante à cantora. Ela tem como namorado um homem bastante mais velho, Orlando. Os dois amam-se profundamente e são felizes. Mas, quando Orlando morre repentinamente, Marina vê-se obrigada a enfrentar a família dele, que nunca reconheceu a relação dos dois e é incapaz de aceitar a dor dela com a dignidade merecida. Continuar lendo

12 Ago. 2019: “Um Amor De Swann” de Volker Schlöndorff – Psicanálise & Cinema

O cineclube Psicanálise & Cinema está com novo endereço em 2019: o Teatro Bom Jesus da FAE Centro Universitário. Uma vez ao mês, fará parte da programação do Cineclube Espoletta FAE.

No próximo encontro, exibição e debate de Um Amor De Swann, de Volker Schlöndorf.

Apresentação do projeto

O cineclube Psicanálise & Cinema é uma ação concebida e conduzida pela psicanalista Elenice Milani, que regularmente promove a exibição de filmes em instituições diversas, como museus e universidades, com sessões seguidas de debates. A ideia principal é deixar um espaço para o debate sobre os temas abordados nos filmes apresentados, partindo sempre de um esclarecimento psicanalítico, sob a ótica dos conceitos desenvolvidos fundamentalmente por Sigmund Freud e Jacques Lacan.

Comentário

Como abordagem psicanalítica acerca da obra Em Busca do Tempo Perdido, e mais especificamente, do volume No Caminho de Swann, Elenice Milani teceu um comentário a partir de falas de Philippe Willemart e Roberto machado, dois grandes estudiosos da obra de Marcel Proust:

Antes de dar o titulo “Em Busca do Tempo Perdido”, Proust tinha denominado o projeto como “O Romance do Inconsciente”.

O autor foi contemporâneo a Sigmund Freud e a obra tem relação com a psicanálise de alguma maneira. É provável que Proust não leu a obra freudiana porque não sabia a língua alemã, e Freud foi traduzido para o inglês apenas em 1926, quando Proust já havia morrido. O que daria para cogitar, devido o pai médico e professor universitário, é que o autor teve acesso à obra freudiana; por exemplo, pelo pai (assim como o próprio Freud) ter assistido aulas de Dr. Charcout e seguido os ensinamentos dele, o grande psiquiatra da época. Porém, não é sabido com precisão como foi que Proust teve acesso aos conhecimentos da obra freudiana.

Com o “No Caminho de Swann”, ganhou o Premio Concourt. Em um total de sete volumes, essa obra fundamental transformou a literatura francesa e mundial para sempre.

Marcel Proust teve a grande capacidade de integrar na obra tudo o que queria dizer. Neste ponto, pode ser encontrado conteúdo psicanalítico: a peça fundante do que Freud chama de “associação livre”. A obra é verdadeiramente uma associação livre de memórias, reminiscências, sonhos e sensações. A questão fundamental que o autor francês conseguiu demonstrar com a obra é o processo de tornar-se escritor. Alguém que almeja tornar-se escritor parte das já citadas memórias, sonhos, reminiscências e lembranças e as coloca no papel; assim começa a escrever… Aí se encontra a regra fundamental da psicanálise, a “associação livre”. Continuar lendo

10 Ago. 2019: “(C)elas” de Gabriela Santos Alves – Sessão de Sábado

O Sessão de Sábado prossegue a Mostra “Cidadania na Tela: Filmes e Conversas sobre nossos Direitos” com o curta-metragem (C)elas, de Gabriela Santos Alves. Após a exibição, será realizado um debate com o público a partir do tema Mulheres e Desigualdades Sociais, tendo a participação de integrantes da Clínica de Direitos Humanos da UFPRInstituto Aurora.

ATENÇÃO para o novo horário: 16h00.

Sinopse: Os meses finais da gravidez e os primeiros após o nascimento de um bebê são experiências únicas na vida de uma mulher. E quando esse cotidiano é vivido dentro de uma penitenciária? O curta-metragem foi gravado na ala materno-infantil da Penitenciária Feminina de Cariacica (Espírito Santo, Brasil), que recebe mulheres com mais de 6 meses de gestação e mães com bebês recém-nascidos, mesmo quando o processo não foi julgado ainda. Continuar lendo

05 Ago. 2019: “A Dama Das Camélias” de Mauro Bolognini – Cineclube Espoletta FAE

O Cineclube Espoletta FAE exibe e debate A Dama Das Camélias, de Mauro Bolognini.

Sinopse: O filme conta a história real de Marie Duplessis (nascida Rose Alphonsine Plessis), a bela cortesã que inspirou Alexandre Dumas (Filho) a escrever o livro que virou um clássico da literatura. França, Século 19. Uma jovem pobre do interior foge para Paris e se torna uma cortesã disputada por nobres. A história é contada por um dos amores, o jovem escritor Alexandre. Continuar lendo

29 Jul. 2019: Programação do Cineclube Espoletta FAE

Programação do Cineclube Espoletta FAE para a semana.

29 de Julho, segunda-feira às 15h30. Porco Rosso: O Último Herói Romântico, de Hayao Miyazaki. Marco Porcellino é piloto acrobático de aviões e lutou a I Guerra Mundial, sendo o único sobrevivente do esquadrão dele. Em determinado momento da vida depois disso, o rosto dele foi transformado no de um porco, e passou a ser chamado de Porco Rosso. O filme não dá explicações como isso sucedeu. Ele vive de caçar piratas aéreos, resgatando o que eles roubam dos outros e recebendo recompensas. Fora algumas poucas amizades, como Gina, a proprietária de um hotel e aparentemente apaixonada por ele, Porco Rosso acumula na vida mais inimigos do que amigos. E não dá outra: os piratas de várias gangues, cansados de sempre terem prejuízos por causa dele, se reúnem e contratam um exímio piloto americano para abatê-lo. Agora, Porco Rosso tem de provar mais uma vez que ainda é o melhor piloto das paradas, apesar da idade que vem chegando, num duelo com o americano. Para isso, terá ajuda de um antigo amigo e da neta dele para reconstruir o avião. Classificação Etária: Livre

Trailer: https://youtu.be/awEC-aLDzjs Continuar lendo

22 Jul. 2019: Programação do Cineclube Espoletta FAE

Programação do Cineclube Espoletta FAE para a semana.

22 de Julho de 2019, segunda-feira às 15h30. O Serviço de Entregas Da Kiki, de Hayao Miyazaki. Kiki é uma jovem aprendiz de bruxa, e chegou o momento de ganhar o mundo. Faz parte da formação de bruxa, sair de casa ainda n adolescência e ir morar em outro lugar do país, aprendendo a sobreviver sozinha. Chegando na nova cidade, Kiki é acolhida por um casal de padeiros, e passa a retribuir a alimentação e hospedagem fazendo entregas da padaria utilizando a vassoura voadora dela.

Trailer: https://youtu.be/4bG17OYs-GA

Classificação Etária: Livre Continuar lendo

15 Jul. 2019: “De Olhos Bem Fechados” de Stanley Kubrick – Psicanálise & Cinema

O cineclube Psicanálise & Cinema está com novo endereço em 2019: o Teatro Bom Jesus da FAE Centro Universitário. Uma vez ao mês, fará parte da programação do Cineclube Espoletta FAE.

No próximo encontro, exibição e debate de De Olhos Bem Fechados, de Stanley Kubrick.

Apresentação do projeto

O cineclube Psicanálise & Cinema é uma ação concebida e conduzida pela psicanalista Elenice Milani, que regularmente promove a exibição de filmes em instituições diversas, como museus e universidades, com sessões seguidas de debates. A ideia principal é deixar um espaço para o debate sobre os temas abordados nos filmes apresentados, partindo sempre de um esclarecimento psicanalítico, sob a ótica dos conceitos desenvolvidos fundamentalmente por Sigmund Freud e Jacques Lacan.

Comentário

Como abordagem psicanalítica acerca do filme, Elenice Milani indica a análise de Sergio Telles, psicanalista e escritor. No website oficial do autor, encontrei o artigo Kubrick e Schnitzler, uma incursão no “Unheimliche”, do qual destaco alguns trechos:

[…] Mas penso que a ferida narcísica tem consequências mais profundas que o simples desejo de vingança. Ao ouvir a “confissão” da mulher, o marido é envolvido pela sensação de “estranho”, do “unheimich”. Ele não pode reconhecer sua mulher naquela que lhe fala aquilo. A mulher dele, que lhe era tão familiar, parece uma estranha, uma outra mulher, uma mulher nunca vista.

Esse estranhamento profundo, esse desencadear da vivência de que algo estranhamente familiar, algo familiar e estranho, é uma sensação que acompanha – como Freud diz – a emergência do desejo inconsciente, da fantasia reprimida. Aparece quando algo que devia permanecer oculto vem à luz. E o reprimido que retorna, chamado pela fala da mulher, são as vivências infantis ligadas à sua própria mãe, a dolorosa descoberta de que a mãe tem desejos sexuais dos quais está excluído. Continuar lendo