26 Jun. 2017: “Os Eternos Desconhecidos” de Mario Monicelli – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Os Eternos Desconhecidos, de Mario Monicelli.

Sinopse: Sátira aos filmes de assalto que acompanha as peripécias de Peppe, um ex-boxeador que está cansado de viver de pequenos golpes e resolve fazer o “assalto perfeito”. A quadrilha dele é formada por um fotógrafo sem câmara, um ladrão aposentado, um ex-jóquei e um siciliano. O plano é encarado como perfeito, mas será que tem como dar certo? Continuar lendo

19 Jun. 2017: “Síndrome Mortal” de Dario Argento – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Síndrome Mortal, de Dario Argento.

Sinopse: A policial Anna Manni está tentando capturar um estuprador e assassino. Ela sofre da Síndrome de Stendhal, doença psicossomática que a faz sofrer vertigens e alucinações quando ela é exposta à visão de obras de arte de extraordinário valor estético. Isso vai trazer complicações quando ela chegar ao Museu Uffizi seguindo pistas do criminoso. Continuar lendo

09 Jun. 2017: “À Margem Da Imagem” de Evaldo Mocarzel – Conversas sobre o Cinema Brasileiro

O encontro deste mês do Conversas sobre o Cinema Brasileiro tem exibição e debate de À Margem Da Imagem, de Evaldo Mocarzel. Após a exibição, o diretor estará presente para o bate-papo sobre o filme. O Conversas é um projeto-cineclube organizado pelo EDUCINE – Laboratório de Cinema e Educação, que pertence à Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR.

Sinopse: À Margem Da Imagem é um longa-metragem de documentário, primeira parte da série de quatro filmes chamada “À Margem De São Paulo”. O filme focaliza rotinas de sobrevivência, estilo de vida e cultura dos moradores de rua do município de São Paulo. Pesquisa da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) revelava a existência de cerca de 9 mil pessoas vivendo nas ruas de São Paulo na época das filmagens. O documentário mostra o cotidiano dessas comunidades, que vivem em diversas áreas da cidade, mas principalmente na região central. O filme registra temas como exclusão social, desemprego, alcoolismo, loucura, religiosidade, espaços públicos contemporâneos, degradação urbana, identidade, alteridade, cidadania e, como sugere o próprio título, o rapto da imagem dessas comunidades, promovendo assim a discussão ética dos processos de estetização da miséria. Continuar lendo

05 Jun. 2017: “Férias Frustradas De Verão” de Greg Mottola – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Férias Frustradas De Verão, de Greg Mottola.

Sinopse: James Brennan acaba de se formar na faculdade e está se preparando para tomar cerveja alemã, visitar famosos museus ou flertar com charmosas francesinhas nas tão sonhadas férias pela Europa. Mas, os pais reservam a ele uma desagradável surpresa e, ao invés de arrumar as malas, ele terá que arrumar um emprego… E assim, entre várias tentativas em descolar um trabalho, ele se prepara para passar as férias de verão dando duro num parque de diversão, ao lado de crianças barulhentas e pais não menos briguentos. Mas, como a vida traz muitas surpresas, sua bela colega de trabalho começa a dar bola e ele percebe que nem tudo está perdido. “Assim como em ‘Superbad’, Mottola evita soluções fáceis e foge dos estereótipos – seu filme é povoado por pessoas reais, não apenas personagens. Mais inteligente e profundo que o cinema adolescente norte-americano costuma ser.” (Silvio Pilau) Continuar lendo

29 Mai. 2017: “Brasilianas” de Humberto Mauro – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Brasilianas, de Humberto Mauro.

Sinopse: Série de curtas-metragens sobre canções populares dirigidas por Humberto Mauro entre 1945 e 1964, no Instituto Nacional de Cinema Educativo (INCE). Série Brasilianas n.1, 1945: Canções Populares – Chuá Chuá e Casinha Pequenina. Aspectos da natureza inspirados nas canções populares. Série Brasilianas n.2, 1948: Canções Populares – Azulão e O Pinhal. Interpretação cinematográfica das canções populares “Azulão” e “O Pinhal”. Série Brasilianas n.3, 1954: Aboio e Cantigas. O canto utilizado pelo vaqueiro para reunir a boiada. Série Brasilianas n.4, 1955Engenhos e Usinas: Música Folclórica Brasileira. O abandono dos primitivos engenhos, superados pela tecnologia das modernas usinas. Série Brasilianas n.5, 1955: Cantos De Trabalho – Música Folclórica Brasileira. O ritmo de músicas inspiradas nas atividades do trabalho: apresentação dos cantos do pilão, do barqueiro e da pedra. Série Brasilianas n.6, 1956Manhã Na Roça: Carro De Bois. O carro de boi ainda faz parte das paisagens do sertão brasileiro, misturando utilidade e poesia. Série Brasilianas n.7, 1956: Meus Oito Anos – Canto Escolar. Interpretação cinematográfica do poema homônimo de Casimiro de AbreuA Velha A Fiar (1964). Uma espécie de videoclipe com a música popular homônima, na versão do grupo musical Trio Irakitan. Continuar lendo

22 Mai. 2017: “Ensina-me a Viver” de Hal Ashby – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Ensina-me A Viver, de Hal Ashby.

Sinopse: Harold, rapaz de 20 anos com obsessão pela morte, passa o tempo indo a funerais e simulando suicídios. Certo dia conhece Maude, uma senhora de 79 anos apaixonada pela vida. Eles passam muito tempo juntos, e durante a intensa convivência, Maude apresenta a beleza da existência ao rapaz. Continuar lendo

15 Mai. 2017: “Alma Corsária” de Carlos Reichenbach – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Alma Corsária, de Carlos Reichenbach.

Sinopse: Rivaldo Torres e Teodor Xavier, amigos de infância, lançam o livro “Sentimento Ocidental”. Os poetas convidam a mais variada fauna humana para o evento, incluindo um suicida em potencial, salvo por Torres de pular no Viaduto do Chá. Enquanto a festa avança, o filme recua até o final da década de 1950, flagrando a gênese da amizade dos dois protagonistas, levando a um final de expectativas e grandes surpresas. Continuar lendo

08 Mai. 2017: “Elle” de Paul Verhoeven – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Elle, de Paul Verhoeven.

Sinopse: Michèle é a executiva-chefe de uma empresa de jogos de videogame, a qual administra do mesmo jeito que a vida amorosa e sentimental: com mão-de-ferro, organizando tudo de maneira precisa e ordenada. A rotina dela é quebrada quando é atacada e estuprada por um desconhecido, dentro da própria casa. Quando ela decide, de forma resoluta, que irá rastrear e derrubar o agressor, ambos são sugados para um perigoso jogo de curiosidade e suspense – um jogo que pode, a qualquer momento, sair de controle. Continuar lendo

24 Abr. 2017: “Sonata De Tóquio” de Kiyoshi Kurosawa – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Sonata De Tóquio, de Kiyoshi Kurosawa.

Sinopse: Aparentemente, é uma típica família japonesa, mas… O pai, Ryuhei, é despedido do emprego e esconde o fato de todos. O filho mais velho, Takashi, está cada vez mais distante do lar. Kenji, o mais novo, está na pré-adolescência e entra em conflito com os pais em busca de auto-afirmação. A mãe, Megumi, por sua vez, sente dificuldades em seguir cumprindo seu papel de força agregadora da família. Quando Kenji decide deixar de pagar pela alimentação escolar para frequentar às escondidas um curso de piano, o colapso da família vem à tona. Continuar lendo

17 Abr. 2017: “Se Segura, Malandro!” de Hugo Carvana – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Se Segura, Malandro!, de Hugo Carvana.

Sinopse: Paulo Otávio comanda, do alto de um morro carioca, uma rádio clandestina que noticia os golpes na cidade; e a estória desdobra pra um economista que vai morar na favela cumprir promessa, um burocrata que surta dentro de um edifício e um assaltante no calçadão. Tudo isso enquanto a rádio promove concursos com prêmios absurdos. Continuar lendo

10 Abr. 2017: “Enigma De Uma Vida” de F. Perry e S. Pollack – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Enigma De Uma Vida, de Frank Perry e Sydney Pollack.

Sinopse: Num dia quente de verão, Ned Merril, homem na meia-idade, ainda com ótima aparência física, aparece no jardim de um dos vizinhos. Logo decide fazer o caminho de volta para sua casa atravessando todas as piscinas da redondeza. Esse percurso fará com que Ned se depare com pessoas em comum e duras verdades sobre a vida dele. Continuar lendo

27 Mar. 2017: “Tóquio Violenta” de Seijun Suzuki – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Tóquio Violenta, de Seijun Suzuki.

Sinopse: Tetsuya “Phoenix Tetsu” Hondo é um implacável assassino de uma quadrilha da Yakuza. A quadrilha foi recentemente desativada quando Kurata, o chefe, resolveu se aposentar. Otsuka, líder de uma quadrilha rival, tenta recrutar Tetsuya para o seu lado, mas o assassino nega o convite. Assim, o chefe do crime resolve eliminá-lo. Continuar lendo

20 Mar. 2017: “Ladrão de Alcova” de Ernst Lubitsch – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Ladrão De Alcova, de Ernst Lubitsch.

Sinopse: Gaston e Lily são uma dupla de tranbiqueiros de alta classe que escolheram viver a vida no crime, e não veem grandes problemas nisso. Tudo vai bem até que eles se deparam com uma herdeira com uma gorda conta bancária, e logo pensam num jeito de botar as mãos no dinheiro. Gaston resolve chegar até a rica menina seduzindo-a, só que ele próprio vai cair nas armadilhas que armou. Continuar lendo

13 Mar. 2017: “Noites Paraguayas” de Aloysio Raulino – Cine FAP

O Cine FAP exibe e debate Noites Paraguayas, de Aloysio Raulino.

Sinopse: A trajetória dos personagens, imigrantes paraguaios que desde o interior do país se dirigem a Assunción e de lá vão a São Paulo. São trabalhadores rurais, músicos, vendedores e subempregados. A sorte que os acolhe em São Paulo é variada. A figura central, um trabalhador rural, acaba por retornar ao Paraguai e reencontra o país modificado. Dois mundos paralelos: o da cultura guarani e o da aventura brasileira em São Paulo, justapostos por músicas paraguaias e o idioma guarani falado pelos protagonistas. Continuar lendo