17 a 21 Out. 2017: Mostra “L’ Oro di Argento” – Cinemateca de Curitiba

A Cinemateca de Curitiba recebe a Mostra L’ Oro di Argento. Trata-se de uma seleção de filmes do cineasta Dario Argento, um dos mais importantes diretores italianos contemporâneos, principalmente, pelo fato de ser um dos mestres do cinema que se convencionou chamar de Giallo. A curadoria da mostra é do pesquisador Antonio Cava, que selecionou filmes de diferentes fases da produção de Argento.

A tradução literal do título da mostra é “O Ouro de Prata”, ou especificamente aqui, “O Ouro de Argento”. É um trocadilho. Argento, sobrenome do diretor, significa prata em italiano. A mostra integra as programações culturais da XVII Semana da Língua Italiana no Mundo, que possui eventos ocorrendo no Brasil e em outros países.

Fora a exibição de filmes, também na programação uma exposição de cartazes de filmes, localizada no hall da Cinemateca durante a mostra, e uma mesa-redonda de palestras e debate no dia 21, contando com Marden Machado, crítico de cinema, Paulo Biscaia Filho, diretor e roteirista de filmes de horror e terror, e Fernando Brito, curador da série de DVD’s “Giallo” e “Obras-Primas do Terror” da distribuidora Versátil.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

17 de Outubro, terça-feira as 15h00. O Gato De Nove Caudas. Um repórter e um jornalista cego, já aposentado, tentam resolver uma série de assassinatos. Os crimes estão conectados a experimentos feitos por uma indústria farmacêutica em pesquisas secretas. No andamento das investigações, os dois acabam virando alvos do assassino.

17 de Outubro, terça-feira as 17h00. O Pássaro Das Plumas De Cristal. O escritor americano Sam Dalmas, que vive em Roma, testemunha uma bela mulher sendo atacada por uma figura misteriosa – provavelmente a responsável por vários assassinatos que estão acontecendo na cidade. Como a polícia não resolve o caso, ele passa a investigar por conta própria os crimes.

17 de Outubro, terça-feira as 18h30. Coquetel de abertura e inauguração da exposição de cartazes

17 de Outubro, terça-feira as 19h30. Quatro Moscas Sobre Veludo Cinza. O músico Roberto Tobias está sendo seguido há dias por um homem que não conhece. Ao confrontá-lo num teatro abandonado, Roberto acaba matando acidentalmente o desconhecido. No mesmo momento, uma figura mascarada fotografa o crime. A partir de então, Tobias começa a ser perseguido implacavelmente por um vilão que não pretende matá-lo, mas enlouquecê-lo aos poucos com a lembrança da culpa do ato que cometeu. Continuar lendo

Anúncios

07 Out. 2017: “Uma Lição Para Não Esquecer” de Paul Newman – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate Uma Lição Para Não Esquecer, de Paul Newman. Atenção: excepcionalmente, essa sessão do cineclube começará as 14h00.

Sinopse: Hank Stamper e o pai, Henry Stamper possuem e administram uma madeireira independente no Oregon. Quando Leland, o meio-irmão de Hank, retorna após dez anos ausente, a tensão entre pai e filhos começa a surgir. Leland guarda ressentimento do pai, devido o tratamento que ele dava à falecida mãe. Henry não gosta da maneira “hippie” de pensar do seu filho pródigo. E Hank enxerga Leland como uma ameaça para a posição dele no negócio da família. É no meio deste cenário tenso e conturbado que os homens da família Stamper precisam lutar com todas as suas forças para defender o negócio contra os furiosos madeireiros da região, que estão em greve e exigem que eles parem também. Continuar lendo

30 Set. 2017: “A Dama De Honra” de Claude Chabrol – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate A Dama De Honra, de Claude Chabrol.

Sinopse: Philippe tem 25 anos, mora com a mãe e as irmãs mais novas em um bairro tranquilo e acaba de arrumar um emprego no ramo imobiliário. A rotina é quebrada durante o casamento de uma das irmãs. É quando ele conhece Senta, a dama de honra, por quem se apaixona. Dominado pelo sentimento, Philippe é convencido pela jovem a realizar uma perigosa prova de amor que envolve poesia e assassinato. Continuar lendo

29 Set. 2017: “Um Contratempo” de Oriol Paulo – Cineclube do Centro Cultural da Espanha

O Cineclube do Centro Cultural da Espanha, com colaboração da Cinemateca de Curitiba, exibe Um Contratempo, de Oriol Paulo. O filme é exibido com áudio original e legendas em português.

Sinopse: Tudo está indo muito bem na vida de Adrián Doria: o negócio é um sucesso, a família é linda e a amante Laura não tem problemas com o fato de manterem o caso em segredo. Até o dia em que ele desperta num quarto de hotel, depois de ser atingido na cabeça, e encontra Laura morta no banheiro. Como o quarto está trancado por dentro, sem nenhuma maneira de entrar ou sair, Adrián é imediatamente acusado pelo crime, mas recorre à melhor advogada de defesa da Espanha, Virginia Goodman, para tentar reconstruir o que realmente aconteceu.  Continuar lendo

23 Set. 2017: “Waiting For B.” de A. Spindel e P. C. Toledo – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Waiting For B., de Abigail Spindel e Paulo Cesar Toledo.

Sinopse: Waiting for B. acompanha a jornada de super-fãs de Beyoncé que, sem condições de pagar pelos ingressos mais caros, acamparam por 2 meses para garantir lugar na primeira fila da plateia. No convívio da equipe do filme com a comunidade improvisada, vêm à tona muitos assuntos importantes como classe econômica, identidade negra, homofobia, feminismo e o que significa esse sacrifício em prol de um fenômeno midiático muito maior e mais poderoso que eles próprios. Waiting for B. é sobre os extremos do fanatismo. É o retrato de um grupo de adolescentes que acamparam por dois meses para garantirem seu lugar próximo da estrela internacional. Continuar lendo

16 Set. 2017: “O Desprezo” de Jean-Luc Godard – Cineclube Aliança Francesa

O encontro deste mês do Cineclube Aliança Francesa tem exibição e debate de O Desprezo, de Jean-Luc Godard.

Sinopse: Na Itália, o escritor Paul Javal é contratado por dez mil dólares pelo arrogante produtor americano Jeremy Pokosch, para reescrever o roteiro de uma versão comercial de Ulisses e sua Odisseia, que será dirigido por Fritz Lang. Paul pretende usar o dinheiro para encerrar os pagamentos do moderno apartamento onde vive com a esposa e ex-datilógrafa Camille Javal. Quando Jeremy convida Camilla e Paul para visitar a casa de campo dele, Paul encara isso como uma oportunidade de usar a esposa como isca. O desprezo de Camille começa quando ela passa a acreditar que o marido tentou vendê-la ao produtor, quando ele insiste para que a bela mulher fique sozinha com Jeremy. Uma série de mal-entendidos faz com que a relação do casal vá se fragmentando. Continuar lendo

13 a 17 Set. 2017: Semana de Cinema Sueco – Cinemateca de Curitiba

A Embaixada da Suécia no Brasil, em parceria com a Cinemateca de Curitiba, realiza uma mostra da produção recente do cinema sueco. A programação é constituída de filmes inéditos no circuito comercial brasileiro.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

13 de Setembro, quarta-feira as 19h00. A Garota Que Salvou A Minha Vida, de Hogir Hirori (2016, documentário, 79 min.) Agosto de 2014. O documentarista Hogir Hirori deixa a esposa, que está grávida, para voltar à terra natal dele e documentar as histórias dos refugiados. É guerra de novo e mais de 1.4 milhão de pessoas fogem do terror do Estado Islâmico. Na fronteira entre o Iraque e a Síria, ele tem a chance de acompanhar um transporte de helicóptero para as montanhas de Shingal, onde centenas de pessoas estão presas. Na viagem, ele acaba por encontrar uma garota de 11 anos, sozinha e sofrendo com o calor exaustivo.

Trailer: https://youtu.be/rEOsl3y2jvw Continuar lendo

09 Set. 2017: “A Tocha De Zen” de King Hu – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate A Tocha De Zen, de King Hu. Atenção: excepcionalmente, o cineclube iniciará as 15h00 nesta semana.

Sinopse: Ku Shen Chai, um artista solitário, vive com a mãe perto de um forte abandonado. Intrigado com os misteriosos ruídos noturnos, ele sai para investigar e conhece a bela Yang, que mora nos arredores. Yang é uma princesa perseguida pelos assassinos que estão à caça da família dela, e Shen Chai logo se vê envolvido na perigosa trama. Continuar lendo

02 Set. 2017: “O Trem” de John Frankenheimer – Cineclube do Atalante

O Cineclube do Atalante exibe e debate O Trem, de John Frankenheimer.

Sinopse: Paris, agosto de 1944. Com o exército aliado cada vez mais próximo, o Coronel Van Waldheim, um comandante alemão, nazista fanático e admirador de arte, rouba vasta coleção de pinturas raras francesas e as embarca em um trem com destino a Berlim. Mas, quando um estimado patriota francês é assassinado durante a tentativa de sabotagem do plano de Von Waldheim, Labiche, um corajoso membro da Resistência, jura deter o trem a qualquer custo. Fazendo uso de seu vasto arsenal de habilidades, Labiche causa uma verdadeira onda de devastação e destruição: trilhos soltos, passagens destruídas e colisões, em uma busca apaixonada por justiça, reconhecimento e vingança. Continuar lendo

02 Set. 2017: “Ventos De Agosto” de Gabriel Mascaro – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Ventos De Agosto, de Gabriel Mascaro.

Sinopse: Um estranho pesquisador do som de ventos alísios chega numa pequena vila costeira. Agosto traz o mar revolto e os ventos fortes. A chegada do pesquisador tem impacto na relação de dois jovens habitantes da vila, Shirley e Jeison. O filme narra um sutil duelo entre a vida e a morte, a perda e a memória, o vento e o mar. Continuar lendo

19 Ago. 2017: “Portrait Of Jason” de Shirley Clarke – Cineclube do Atalante

Neste mês de agosto, o Cineclube da Cinemateca passa a se chamar Cineclube do Atalante. A mudança é apenas no nome: a coordenação, debatedores e concepção continua a mesma. No próximo encontro, exibição e debate de Portrait Of Jason (Retrato de Jason), de Shirley Clarke.

Sinopse: Estados Unidos, anos 1960. Montagem dos melhores momentos de uma entrevista de doze horas com Aaron Payne, mais conhecido pelo nome artístico de Jason Holliday, figura peculiar da década de 60 no Estados Unidos. Entre cigarros e bebidas, Holliday narra fatos de sua vida – como ter sido ajudante doméstico, garoto de programa e aspirante a artista de cabaré – e tece comentários diversos e observações sobre o que significa ser e como é ser um homem negro e gay no Estados Unidos daquela época. Continuar lendo

19 Ago. 2017: “Doméstica” de Gabriel Mascaro – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Doméstica, de Gabriel Mascaro.

Sinopse: Sete adolescentes se transformam em cineastas amadores ao assumir a missão de registrar por uma semana a empregada doméstica das casas deles, e entregar o material bruto para o diretor realizar um filme com as gravações. Entre o choque da intimidade, as relações de poder e a performance do cotidiano, o filme lança um olhar contemporâneo sobre o trabalho doméstico no ambiente familiar e torna-se um potente ensaio sobre afeto e trabalho. Continuar lendo

12 Ago. 2017: “A Cidade Louvre” de Nicolas Philibert – Cineclube Aliança Francesa

O encontro deste mês do Cineclube Aliança Francesa tem exibição e debate de A Cidade Louvre, de Nicolas Philibert.

Sinopse: Documentário. A que se assemelha um museu quando não há público? Na época da reforma do Grande Louvre, o museu revelou seus bastidores à uma equipe de cinema: penduram-se os quadros, reorganizam-se as salas, os guardas provam seus novos trajes. Pouco a pouco os personagens se multiplicam, cruzam-se para costurar o fio da narrativa. A vida secreta e engraçada de um dos maiores museus do mundo. Continuar lendo

12 Ago. 2017: “Avenida Brasília Formosa” de Gabriel Mascaro – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Avenida Brasília Formosa, de Gabriel Mascaro.

Sinopse: No limite da ficção, o documentário pretende traçar relações entre personagens do bairro de Brasília Teimosa, no Recife. Por meio da manipulação do diretor, os personagens reais reencenam a vida deles e estabelecem uma rede de relações fictícias (ou não), a fim de revelar a multiplicidade de sentidos para o tradicional bairro popular de Recife. Um dos personagens, Fábio, é garçom e cinegrafista. Registra importantes eventos no bairro. Fábio é contratado pela manicure Débora para fazer um videobook. Ela pretende tentar uma vaga no programa de televisão Big Brother. O filme constrói um rico painel sensorial sobre a arquitetura e faz da Avenida uma via de encontros e desejos. Continuar lendo