14 Jul. 2018: “O Homem Das Multidões” de C. Guimarães e M. Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Homem Das Multidões, de Cao GuimarãesMarcelo Gomes.

Sinopse: Belo Horizonte, Brasil. Duas estórias diferentes sobre solidão. Juvenal, condutor de metrô, enfrenta a impossibilidade de estar só. Para se sentir melhor, mistura-se na grande multidão da cidade. Margô, controladora em estação de metrô, não consegue largar as redes sociais, trocando o mundo real pelo mundo virtual.
Continuar lendo

Anúncios

16 Jun. 2018: “Era Uma Vez Eu, Verônica” de Marcelo Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Era Uma Vez Eu, Verônica, de Marcelo Gomes.

Sinopse: Verônica acaba de se formar em Medicina e começa a trabalhar na residência médica em Psiquiatria, o grande sonho dela. Mora com o pai, com quem tem um relacionamento afetuoso e fraterno. O namorado, Gustavo, pretende um relacionamento mais sério. Porém, Verônica procura a liberdade e sente uma angústia que não consegue entender. Já cansada de tanto ouvir problemas alheios nas consultas aos pacientes, decide usar o gravador, fiel companheiro das provas da faculdade, para narrar, em forma conto de fadas, os problemas dela mesma. E começa: “Era uma vez eu, uma jovem, brasileira…”.
Continuar lendo

02 Jun. 2018: “Tatuagem” de Hilton Lacerda – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Tatuagem, de Hilton Lacerda.

Sinopse: Brasil, 1978. A ditadura militar, ainda atuante, mostra sinais de esgotamento. Em um teatro/cabaré, localizado na periferia entre duas cidades da Região Nordeste do Brasil, um grupo de artistas provoca o poder e a moral estabelecida com seus espetáculos e interferências públicas. Liderado por Clécio Wanderley, a trupe conhecida como “Chão de Estrelas”, juntamente com intelectuais, artistas e seu tradicional público de homossexuais, ensaiam resistência política a partir do deboche e da anarquia. Continuar lendo

19 Maio 2018: “Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo” de K. Aïnouz e M. Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes.

Sinopse: Recém-separado da mulher, o geólogo José Renato é enviado para realizar uma pesquisa de campo em que terá que atravessar todo o sertão nordestino. O objetivo é avaliar o possível percurso de um canal que será construído a partir do desvio das águas do único rio caudaloso da região. Para muitos dos habitantes, o canal será uma solução, uma possibilidade de futuro e esperança. Mas, para aqueles que moram próximo ao novo canal, ele significa desapropriação, partida, perda. Muitos lugares por onde José Renato passa serão submersos; muitas famílias que ele encontra serão removidas. O geólogo começa a se identificar com o vazio, o abandono e o isolamento dos locais por onde passa, fazendo um balanço da própria vida com a experiência da viagem, marcado pela recente decepção amorosa. Continuar lendo

05 Maio 2018: “Divinas Divas” de Leandra Leal – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Divinas Divas, de Leandra Leal.

Sinopse: Divinas Divas aborda a primeira geração de artistas travestis do Brasil. Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujica de Holliday, Eloína, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia 02 repleta de cinemas e teatros, cenário de contestação e provocação aos costumes da época. Um dos primeiros palcos a abrigar travestis no Brasil, o Teatro Rival era então produzido por Américo Leal, avô da atriz Leandra Leal, que dirigiu o documentário. O filme irá acompanhar o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época. Continuar lendo

14 Abr. 2018: “Meu Corpo É Político” de Alice Riff – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Meu Corpo É Político, de Alice Riff.

Sinopse: Vivenciando o cotidiano ao lado de diversos ativistas LGBT que moram nas periferias de São Paulo, o documentário faz um panorama do contexto social em que os personagens estão inseridos e de que forma o ativismo deles age nas ruas. Além disso, levanta questões sobre a população trans no Brasil e suas disputas políticas. Continuar lendo

07 Abr. 2018: “Joaquim” de Marcelo Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Joaquim, de Marcelo Gomes.

Sinopse: Misturando ficção e fatos históricos, o filme conta a vida de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, antes do desabrochar da consciência política dele, quando cruzava estradas lamacentas de Minas Gerais como alferes do Regimento de Cavalaria. Continuar lendo

03 Dez. 2017: “Jonas E O Circo Sem Lona” de Paula Gomes – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Jonas E O Circo Sem Lona, de Paula Gomes. Atenção: o encontro do cineclube excepcionalmente ocorrerá no domingo.

Sinopse: No fundo do quintal, numa casa na periferia de Salvador, Jonas, de 13 anos, mantém um pequeno circo. Ele vem de uma família circense e treina os amigos para apresentar-se num espetáculo, cobrando ingressos baratos das crianças que moram por perto. No entanto, quando as aulas começam, os colegas o abandonam… É cada vez mais difícil para Jonas sustentar o sonho de pé, especialmente porque a mãe e a avó insistem que agora ele tem que estudar.  Continuar lendo

25 Nov. 2017: “Corpo Elétrico” de Marcelo Caetano – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano. Atenção: o encontro do cineclube excepcionalmente será as 19h30.

Sinopse: Elias é o jovem criador de uma fábrica de confecção roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba, e passa os dias entre o trabalho e os encontros com outros homens. Enquanto reflete sobre as possibilidades de futuro, começa a ficar cada vez mais próximo dos colegas de trabalho. Parte da equipe forma um grupo de amigos que passam o tempo livre explorando a noite da cidade, driblando a solidão e buscando inspiração no caos e na alegria ao redor. Continuar lendo

04 Nov. 2017: “Elena” de Petra Costa – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Elena, de Petra Costa.

Sinopse: Elena viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar. Deixa Petra, a irmã de sete anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas. Filmes caseiros, recortes de jornal, um diário. Cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre os caminhos dela. E acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado.  Continuar lendo

21 Out. 2017: “Vou Rifar Meu Coração” de Ana Rieper – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper.

Sinopse: Documentário que trata do imaginário brasileiro romântico, erótico e afetivo a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como “música brega”. Letras de músicas de artistas como Odair José, Agnaldo Timóteo, Waldick Soriano, Evaldo Braga, Nelson Ned, Amado Batista, Wando, dão a tônica do enredo. No filme, os temas das músicas se relacionam com histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade de pessoas reais, em situações reais. Continuar lendo

07 Out. 2017: “O Abismo Prateado” de Karim Aïnouz – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate O Abismo Prateado, de Karim Aïnouz.

Sinopse: Violeta é abandonada pelo marido, repentinamente. Quatorze anos juntos e um filho ainda criança. De despedida, apenas uma mensagem na caixa postal do celular. Da pouca coisa que o marido informa, diz que vai para Porto Alegre e que ela não vá atrás dele. Abalada, ela não sabe o que fazer. Acaba decidindo ir atrás do marido, mesmo ele tendo pedido que não o fosse. Assim, acompanhamos no filme as 24 horas seguintes da jornada da personagem. Filme inspirado na letra da música Olhos Nos Olhos, de Chico Buarque. Continuar lendo

23 Set. 2017: “Waiting For B.” de A. Spindel e P. C. Toledo – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Waiting For B., de Abigail Spindel e Paulo Cesar Toledo.

Sinopse: Waiting for B. acompanha a jornada de super-fãs de Beyoncé que, sem condições de pagar pelos ingressos mais caros, acamparam por 2 meses para garantir lugar na primeira fila da plateia. No convívio da equipe do filme com a comunidade improvisada, vêm à tona muitos assuntos importantes como classe econômica, identidade negra, homofobia, feminismo e o que significa esse sacrifício em prol de um fenômeno midiático muito maior e mais poderoso que eles próprios. Waiting for B. é sobre os extremos do fanatismo. É o retrato de um grupo de adolescentes que acamparam por dois meses para garantirem seu lugar próximo da estrela internacional. Continuar lendo

02 Set. 2017: “Ventos De Agosto” de Gabriel Mascaro – Cineclube de Cinema Brasileiro

O Cineclube de Cinema Brasileiro exibe e debate Ventos De Agosto, de Gabriel Mascaro.

Sinopse: Um estranho pesquisador do som de ventos alísios chega numa pequena vila costeira. Agosto traz o mar revolto e os ventos fortes. A chegada do pesquisador tem impacto na relação de dois jovens habitantes da vila, Shirley e Jeison. O filme narra um sutil duelo entre a vida e a morte, a perda e a memória, o vento e o mar. Continuar lendo