28, 29 e 30 Jun. 2018: Corpos Dissidentes – Mostra de Cinema LGBTQI – Cinemateca de Curitiba

Nos dias 28, 29 e 30 de Junho, será realizada a Corpos Dissidentes – Mostra de Cinema LGBTQI. A sigla, na sequência das letras, significa lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou transgêneros, queers, intersexuais.

No total, serão exibidos 20 filmes, além da realização de conferência de abertura, duas mesas-redondas e uma festa de encerramento. Segundo o resumo oficial da programação, são “20 obras fílmicas, 2 mesas e mais de 150 artistas envolvidos abordando a pluralidade da comunidade LGBTQI através de discussões sobre cultura, raça, classe, identidade e expressão de gênero e idade.”

A mostra é uma realização da Cinemateca de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba – FCC, em parceria com o curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual da  Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR. A curadoria da mostra é do estudante do curso e cineclubista Renan de Cillo.

Conheça o texto oficial de apresentação da Corpos Dissidentes:

“Corpos Dissidentes – Mostra Nacional de Cinema LGBTQI de Curitiba é o grito de todas as corpas e corpos (re)existentes ecoando pelos escombros da República de Curitiba.

Dentro desse espaço irão reverberar pelas vozes de Madame Satã, Marielle Franco, Matheusa Passareli, Alex Soeiro, Dandara dos Santos, Itarberli Lozano Rosa, Gabryel Schneyder Ribeiro Magalhães as 20 obras, 2 mesas e as mais de 150 vivências envolvidas.

Ser dissidente é ser bicha preta, criança viada, gorda, travesti preta e professora, sapatão cineasta, preta bi fotógrafa, homem trans cartunista, atriz e professora trans, mãe de LGBTQI, pai viado, professor bicha, sapatão grafiteira, trans periférica, não-binário, mulher, corpas vivas, excluídas!

Existimos, (re)existimos e não vamos sair de cena!”

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

28/06, quinta-feira as 19h00. Conferência de Abertura: “(R)Existências de gays afeminados, viados e bichas pretas”, com a Prof. Dra. Megg Rayara Gomes de Oliveira

28/06, quinta-feira as 20h00. Filme de Abertura: Madame Satã, de Karim Aïnouz (Ceará, Brasil, 2002, 105 min). Classificação Etária: 16 Anos

29/06, sexta-feira as 14h00. Sessão de Curtas-Metragens “Infâncias Queer” (69 min). Shala, de João Inácio (Pará, Brasil, 2016); As Verdades De Ale Em Nós, de Juslaine Abreu-Nogueira (Paraná, Brasil, 2017); Retorno Pro Armário, de Sebastian Pettersen e Thiago Takemori (Paraná, Brasil, 2017); Entre Os Ombros, de Carolina Castilho (São Paulo, Brasil, 2016); Pele Suja Minha Carne, de Bruno Ribeiro (Rio de Janeiro, Brasil, 2016). Classificação Etária: 14 Anos

29/06, sexta-feira as 16h00. Mesa-Redonda: “Em defesa da criança queer: descolonizando corpos infantis”, com Jamil Cabral Sierra, Juslaine Abreu-Nogueira, Letizia Nicoli e Stênio Soares. Mediação por Renan de Cillo

29/06, sexta-feira as 18h00. Sessão Pais Queer. Guigo Offline, de René Guerra (São Paulo, Brasil, 2016, 52 min). Classificação Etária: Livre

29/06, sexta-feira as 20h00. Sessão Documento Histórico. São Paulo em Hi-Fi, de Lufe Steffen (São Paulo, Brasil, 2013, 101 min). Classificação Etária: 16 Anos

30/06, sábado as 14h00. Sessão de Curtas-Metragens “Visibilização LBT” (82 min)Na Esquina Da Minha Rua Favorita Com A Tua, de Alice Name-Bomtempo (Rio de Janeiro, Brasil, 2017); Tailor, de Calí dos Anjos (Rio de Janeiro, 2017); Ainda Não, de Julia Leite (São Paulo, Brasil, 2017); Fragmentos, de Karen Antunes, Nyandra Fernandes e Viviane Laprovita (Rio de Janeiro, Brasil, 2017); Otimismo, de Karine Teles (Rio de Janeiro, Brasil, 2015); Primavera de Fernanda, de Débora Zanatta e Estevan de la Fuente (Paraná, Brasil, 2018). Classificação Etária: 12 Anos

30/06, sábado as 16h00. Mesa-Redonda: “Visibilização LBT: interseccionalidades de resistência”, com Camila Macedo, Débora Zanatta, Laysa Carolina Machado, Preticia Jerônimo e Sebastian Petterson. Mediação por Bruna Ferreira

30/06, sábado as 18h00. Longa-Metragem de Encerramento: Meu Corpo É Político, de Alice Riff (São Paulo, Brasil, 2017, 72 min). Classificação Etária: 12 Anos

30/06, sábado as 20h00. Sessão Regional de Curtas-Metragens (74 min). Após as exibições, haverá debate com os realizadores (74 min): Antes De Virar Areia, de Helena Volani e Julia Gasparoto (Paraná, Brasil, 2018); Tupinikuirs, de Jeffe Grochovs (Paraná, Brasil, 2016); Elle, de Mariana Boaventura (Paraná, Brasil, 2018); Copiloto, de Andrei Bueno Carvalho (Paraná, Brasil, 2018); Lui, de Denise Kelm (Paraná, Brasil, 2017). Classificação Etária: 16 Anos

30/06, sábado as 22h00. Festa de Encerramento. Saiba mais clicando aqui

SINOPSES e outras informações detalhadas dos filmes: clique aqui para acessar a Ficha Técnica da Mostra

Corpos Dissidentes – Mostra de Cinema LGBTQI

28, 29 e 30 de Junho de 2018, quinta-feira a sábado

Entrada Gratuita em todas as atividades, exceto na Festa de Encerramento

Cada sessão tem uma Classificação Etária diferente. Verificar a programação completa

LocalCinemateca de Curitiba

Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – bairro São Francisco, Curitiba/PR

Mapa: https://goo.gl/maps/wsaKrM9BCG22

Contato: (41) 3321-3310 (Cinemateca),

(41) 99776-6670 (Corpos Dissidentes)

Conheça o canal de comunicação da Mostra:

https://www.facebook.com/corposdissidentes/

*A partir de informações enviadas diretamente pelo Curador da Mostra, Corpos Dissidentes e FCC

> Acompanhe o Blog também pelo Facebook!

www.facebook.com/cinemaemcuritiba

>> Se inscreva para receber o Boletim (Newsletter) do Blog em seu email! O campo de inscrição está na coluna ao lado direito da página inicial do blog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s